Pesquise neste Blog

domingo, 29 de abril de 2012

Magnetismo Curador Alphonse Bué LEF - 1934 sonambulismo, fascinação, sugestão mental, clarividência, lei fenomenal da vida, manancial de saude, tonico vital, evitar molestia, curar e aliviar hipnotsimo etc


Magnetismo curador.

Alphonse Bué

LEF - 1934

livro em bom estado, capa dura original, com 240 páginas, escasso, não perca, saiba mais....

 Manual técnico : sonambulismo, fascinação, sugestão mental, clarividência, lei fenomenal da vida, manancial de saude, tonico vital, evitar molestia, curar e aliviar


Princípios fundamentais. Das condições necessárias para magnetizar.
Das condições necessárias para ser magnetizado. Da maneira de por-se em relação. Das imposições. Dos Passes. Das ações à distância. Da massagem magnética. Das insuflações. Das dispersões . Dos tratamentos. Dos Processos.
Das sessões e da escolha dos processos.Da magnetização em comum, ou tratamento pela cadeia. Da automagnetização.Da magnetização dos animais e das plantas. Da magnetização dos corpos inertes e dos acessórios
que se podem empregar para as magnetizações indiretas. Da sensibilidade magnética...

Escrevi este livro no intuido não só de vulgarizar o modo mais simples de curar, como também com o fim de lhe propagar as aplicações. Tal como se infere do seu título, está destinado a ser manuseado como um resumo dos processos magnéticos, apresentando o que há de essencial nos numerosos tratados publicados sobre esta matéria.

Resultado de um estudo acurado dos mestres, e de uma expericencia pessoal adquirida em vinte anos de prática, recomenda-se este guia a todos os homens de boa vontade, desejosos de, por si mesmos, aliviarem os sofrimentos dos seus semelhantes. Recomenda-mo-lo principalmente aso pais e mães de famílias, que encontrarão nesta instrução formulada com a amior clareza possível, e pela aplicação de processos muito simples, um meio natural de promover sem medicação alguma, o desenvolvimento normal dos seus filhos, o que lhes permitirá evitar os desvios de crescimento tão desastrosos em suas consequências, combater qualquer sintoma a medida que se apresente e, deste modo, manter permantente em seu foco "este precioso elemento constitutivo da felicidade": a Saúde!

O estudo do magnetismo abrange três graus distintos:

1º - os processos práticos;
2º - as considerações psico-fisiológicas;
3º - as aplicações terapeuticas.

Foi assim que julguei crucial dividir este estudo para apresentá-lo ao público em uma progressão lógica, sucetível de evitar qualquer espécie de confusão....


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Anibal Mattos Monumentos historicos artisticos religiosos minas gerais 1935




Monumentos Históricos, Artísticos e Religiosos de Minas Geraes

Prof. Aníbal Mattos

editora: Edição Apollo

1935

bom estado, capa dura,coda1-x18,artes, escasso, não perca, mateve-se a capa brochura original, saiba mais ...

Col.: "Bibliotheca de Cultura Histórica"; Totalmente ornamentado Com Desenhos e Ilustrações Fác-Símiles fora do Texto de: Florestas, Grutas, Chafarizes, Fazendas, Púlpitos de Igrejas, Bustos de Peter Lund e Outros, Mapas, Etc; 508 Páginas + ilustrações; Bibliotheca Mineiriana e Fluminense de Letras.

Obra fartamente illustrada com multiplos desenhos a penna do autor e mais de cem photogravuras.


Essa é a grande obra desse notável agitador cultural e incentivador das artes já se disse muito e por muitos gabaritados.

“A arte em Bello Horizonte não lhe deve pequenos serviços. Realizando e promovendo sucessivas exposições, próprias e alheias, habituando o público a visitá-las, contribuindo assim para educar-lhes o gosto; encaminhando neophytos, encorajando iniciados; ventilando pela imprensa questões de arte – não há em Bello Horizonte iniciativa de caráter artístico que não tenha no Sr. Aníbal Mattos o seu principal propugnador”.


“a importância dele para o contexto artístico mineiro é incontestável. Mais do que fluminense radicado em Minas, Aníbal Mattos é um mineiro por opção, é paisagista da nossa natureza, o núcleo pioneiro da atividade artística da nova Capital”.


 “Há na sua arte uma feliz harmonia entre o modo de ver e o de transmitir a emoção representativa dos logares”.

Aníbal Mattos, mesmo que contemporâneo aos modernistas de 1922 tinha outro projeto de modernização e renovação artística. E isso aconteceu em Belo Horizonte.



--------------------------

ANÍBAL Pinto MATTOS

Nasceu em Vassouras, RJ, 1889 e faleceu em Belo Horizonte, 1969. Pintor, escritor, historiador, teatrólogo, professor e produtor de arte. Realizou seus primeiros estudos de desenho no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro e estudou na ENBA, RJ, onde foi aluno de João Batista da Costa, Daniel Bérard e João Zeferino da Costa.

Transferiu-se para Belo Horizonte em 1917, a convite do senador Bias Fortes, e foi um grande incentivador das artes plásticas da cidade nos anos 20 e 30, fundando a Sociedade Mineira de Belas Artes (1918) e organizando as Exposições Gerais de Belas Artes. Dirigiu a Escola de Belas Artes de Minas Gerais, fundada em 1928, e foi presidente da Academia Mineira de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

Como teatrólogo, recebeu o primeiro lugar no concurso aberto de peças históricas, com a peça Bárbara Heliodora, promovido pela empresa José Loureiro, RJ (1914). Recebeu ainda a medalha de prata, ENBA (1916); medalha de bronze, SNBA (1925); grande medalha de prata, SNBA (1926). Em 1933 foi condecorado pelo governo italiano com a Cruz da Cavalaria da Coroa por sua peça teatral Anita Garibaldi e, em 1934-35, recebeu o Prêmio de Teatro da Academia Brasileira de Letras, RJ. Em 1960 recebeu medalha de bronze comemorativa do centenário de nascimento de João Pinheiro, no Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Em 1965, recebeu o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte e, em 1967, o diploma de Honra ao Mérito pelos relevantes serviços prestados à cidade de Belo Horizonte em prol do seu desenvolvimento artístico. Publicou vários livros sobre artes plásticas, teatro e arqueologia, entre eles: O Sábio Dr. Lund e a Pré-História Americana (1933); Mestre Valentim e Outros Estudos (1934); Arte Colonial Brasileira (1936); Monumentos Históricos, Artísticos e Religiosos de Minas Gerais (1935); História da Arte Brasileira (1937); Das Origens da Arte Brasileira (1937); Pré-História Brasileira (1938); Peter Wilhelm Lund no Brasil (1941); Arqueologia de Belo Horizonte (1947); O Homem das Cavernas em Minas Gerais (1961).





Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

Manual de Hipnose Médica e Odontológico Osmard Andrade Faria Atheneu 1958 Magnetismo, reflexos condicionados, hipnose medica, hipnotismo de palco, crime sob hipnose, espiritismo, telepatia, sonhos, clarividências, hipnodontia, sono, propaganda subliminar, reflexologia, hipniatria, hipnologia, odontologia, etc....

Manual de Hipnose Médica e Odontológico

Osmard Andrade Faria

Atheneu

1958

Livro em capa brochura original, bom estado, com excelentes 510 páginas, um livro robusto em peso e em conteúdo, sem rasuras, papel especial do tipo couchê, com muitas ilustrações, obra impecável, escasso, não perca, saiba mais...

Com prefácio do autor; com Apresentação de Emmanuel Alves; Ilustrado com imagens e fotografias.

Com bibliografia de referência.

Livro excelente deste que é a maior autoridade em Hipnose, telepatia, reflexologia e letargia em nosso país.




Trata-se de um grande clássico de caráter universal primordial para a educação. Possui texto de fácil entendimento que estimula o leitor a pensar e refletir sobre o tema proposto.


Histórico - Neurofisiologia - Técnica - Aplicações - A hipnologia alcançou, hoje, a sua consagração científica, libertando-se do descrédito que lhe vinha impedindo um lugar condigno entre as demais ciências médicas.

O dr Osmard Andrade, entusiasta, sincero e estudioso da hipnologia, nos mostra, em seu livro, com clareza e simplicidade, os fundamentos situando-a num plano verdadeiramente científico, esmiuçando a sua técnica de execução, interpretando-lhe os fenômenos principais e orientado-nos quanto à sua aplicação.


REPASSO HISTÓRICO: Contendo as origens da Hipnose desde a época em que era Tabu até se tornar a ciência dos dias de hoje, desde Mesmer até Charcot, passando por Puységur, Gassner, Faria, Elliotson, Esdaile, Braid, Liébault e Bernheim.

A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO: Incluindo o componente mental, o fator emocional, Psique e soma, Avicenna, Descartes, Claude Berbard, Setchenov, Goltz e Freud.

REFLEXOS CONDICIONADOS: Analizando a atividade reflexa, a palavra, as conexões temporárias, os estímulos, os sistemas de sinalização, sinal, a excitação e a inibição, a noção de analisadores, o mosaico cortical e a estereotipia dinâmica.

O SONO: Desde o equilíbrio córtico-visceral, até os estados de fase, passando pelos tipos nervosos e pela inibição interna.

O ESTADO HIPNÓTICO: Os estímulos, o signo-sinal, a indução hipnótica, as propriedades do estado hipnótico, a semiologia do processo hipnótico e suscetibilidade e a hipnose processual.

A TÉCNICA HIPNÓTICA: As provas de suscetibilidade, o processo essencial, o pestanejamento sincrônico, o processo didático, a fixação do olhar, o procedimento de Braid, o procedimento da levitação, o procedimento da letargia, o processo rápido, a reversão do olhar, o procedimento da isquemia cerebral, o processo elaborado, a hipnose em crianças, o procedimento de Bernheim, o entrecruzamento das mãos, o procedimento de Kraines, a hipnose por estimulação imediata e o registro do processo hipnótico.

AS APLICAÇÕES DA HIPNOSE: A hipnose em clínica, sugerências e sugestões, hipnose em cirurgia, rotina hipnocirurgica, hipnose em obstetrícia, a dor no parto, o parto psicoprofilático, a conduta hipnótica em obstetrícia, a hipnodontia, o sono prolongado e as indicações gerais da hipnose.

OS PERIGOS DA HIPNOSE: Danos e malefícios, crime e personalidade, auto-hipnose e misticismo, ciência e recreação, ética profissional em hipnose.

Amigdalectomia por Hipnanestesia, Contribuição casuistica a hipnologia medica.


-------------

Dr. OSMARD ANDRADE FARIA

médico da Marinha do Brasil, notável hipnólogo, capitão-de-fragata MD (R. Rm) do Corpo de Saúde da Armada reformado, eminente parapsicólogo, poeta, radialista e jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1923, diplomado em 1945. 

Foi professor da Universidade Federal de Santa Catarina, escreveu livros clássicos da área, entre os quais, “Manual de Hipnose Médica e Odontológica”, “Hipnose e Letargia”, “Panorama Atual das Funções Psi – Parapsicologia”, “O Que é Hipnotismo”.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Matas Ciliares: Conservação e Recuperação Hermogenes de F. Leitao Filho, Ricardo R. Rodrigues Edusp 2009 320 pg.



Matas Ciliares: Conservação e Recuperação

Hermogenes de F. Leitao Filho, Ricardo R. Rodrigues

Edusp 2009 320 pg.

livro em brochura original, bom estado, ilustrado, escasso, não perca, saiba mais....

Este livro reúne trabalhos de especialistas das diversas áreas do conhecimento sobre florestas ciliares.

Seu objetivo é apresentar o estado atual de conhecimento das diversas disciplinas e possibilitar a aplicação desse conhecimento nas ações de conservação, manejo e recuperação dessas formações.

O livro está organizado em 15 capítulos, estruturados em dois grandes blocos, a apresentação do conhecimento acumulado nas áreas de geomorfologia, solos, hidrologia, vegetação e fauna, e estudos sobre a aplicação desse conhecimento.

O livro constitui uma homenagem científica ao Prof. Dr. Hermógenes de Freitas Leitão Filho, que participou de praticamente todas as etapas do livro, desde as reuniões preparatórias até a análise de vários capítulos.

Por sua abrangência e profundidade da abordagem, o livro interessa a todos aqueles que estão envolvidos com ações de preservação e recuperação do meio ambiente.

Apesar de protegidas pela legislação há quase meio século, as matas ciliares não foram poupadas da degradação desenfreada das formações naturais.

Até recentemente, muitas das exigências legais não encontravam respaldo no conhecimento científico disponível


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Segunda visitação do Santo Ofício às partes do Brasil pelo inquisidor e visitador licenciado Marcos Teixeira. Livro das confissões e ratificações da Bahia: 1618-1620. Introdução de Eduardo d' Oliveira França e Sonia Siqueira. Anais do Museu Paulista. Tomo XVII. São Paulo, 1963



Segunda visitação do Santo Ofício às partes do Brasil pelo inquisidor e visitador licenciado Marcos Teixeira. Livro das confissões e ratificações da Bahia: 1618-1620.


Segunda Visitação do Santo Ofício ao Brasil foi realizada entre 1618 - 1621, apesar de texto imprescindivel para a compreensão da história do Brasil, sua formação suas tramas foi só em 1963 que tornou-se pública pelos Anais do  Museu Paulista, introduzidas por Eduardo d´Oliveira França e Sônia Siqueira.


Esta documentação das Visitações é de importância crucial, pois através desta  pesquisa, feita no Brasil, o pesquisador pode chegar aos processos guardados no Arquivo  Nacional da Torre do Tombo, nos casos em que o confitente e/ou o denunciado mereceu a  ação inquisitorial ...

 

Introdução de Eduardo d' Oliveira França e Sonia Siqueira. 

Anais do Museu Paulista. Tomo XVII. 

São Paulo, 1963. 547 p. Enc ,. couro lombada e cantos, mantevese a capa brochura original, com alguns grifos do antigo dono, marcando passagens chaves na compreensão do processo de leitura e entendimento.



Segunda Visitação do Santo Ofício às partes do Brasil pelo inquisidor e visitador licenciado Marcos Teixeira - Livro das confissões e ratificações da Bahia".


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre a bibliografia temática dessa área.


Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br ,

que conversaremos sobre como conseguir.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

A Sinagoga Paulista Gustavo Barroso Abc Limitada - 1937


A Sinagoga Paulista
Gustavo Barroso
Abc Limitada - 1937

bom estado, com 277 páginas,coda1-x40,escasso, não perca, saiba mais ...

Dentro da déia de um concluio do judaismo para o dominio do mundo, com um governo secreto mundial, nas ondas do apócrifo "O Protocolo dos Sabios de Sião" e da emergência do fascismo e do integralismo no Brasil, é que foi escrito este livro.

Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

Hipnose Médica Apostila de Cursos de Hipnose Jefferson Gonçalves Gonzaga Edigraf



Hipnose Médica Apostila de Cursos de Hipnose

Jefferson Gonçalves Gonzaga

Edigraf  -  1959

livro em bom estado, com 282 páginas, brochura,coda5-x6,escasso, não perca, saiba mais ...


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

Experimental Hypnosis Leslie M. Lecron Macmillan Company 1958 hipnose hipnotico subliminar mensagem controle mental Milton Erickson; Griffith Williams; J. Whitlow; W D Furneaux; J S Horsley; Brian A Norgarb; Linn F Cooper; Paul J Reiter; S J van Pelt; William T. Heron; Milton Abramson; Aaron AA Moss; Thomas O Burgess; J B Rhine; Paul C Young; Gerard Odencrants; Anita Muhl; John Watkins; Jerome Schneck. etc



Experimental Hypnosis

Leslie M. Lecron

editora: Macmillan Company

ano: 1958

Em bom estado, encadernação em capa dura  tecido percaline azul original, com 483 páginas, escasso, não perca saiba mais....

"Experimental Hypnosis: A Symposium of Articles on Research by Many of the Words Leading Authorities."

The book includes contributions by:

Milton Erickson; Griffith Williams; J. Whitlow;
W D Furneaux; J S Horsley; Brian A Norgarb;
Linn F Cooper; Paul J Reiter; S J van Pelt;
William T. Heron; Milton Abramson;
Aaron AA Moss;  Thomas O Burgess;
J B Rhine; Paul C Young; Gerard Odencrants;
Anita Muhl; John Watkins; Jerome Schneck.

Psychology; Psychiatry; hypnosis; Medicine; Health.


Experimental Hypnosis contains twenty of the world's leading authorities that explain what hypnosis is and how it has been used in curing a variety of illnesses of the mind and body. A lot of ideas that are assigned to supernatural or extrasensory are in fact common effect of hypnosis.

Hypnosis in perspective;
Dynamics in Hypnotic induction;
A rapid method for the Induction of Hypnosis;
Deep Hypnosis and Induction;
Hypnotic susceptibility  as a function of waking sugestibility;
Narcotic Hypnosis;
A study of age regression under Hypnosis;
Time distortion in hypnosis ;
Hypnosis and obstetrics;
Hypnodontics;
Hypnosis in Dentistry;
Hypnosis and dissociative states;
The Hypnoanalysis of phobic reactions;

---------

Leslie M. LeCron - 1892-1972  Psychologist, expert on hypnotism, and author on parapsychological topics.

He was born on October 27, 1892, at Minneapolis, Minnesota, and studied at the University of Colorado (B.A., 1916). He entered into private practice as a psychologist and became a member of the Society for Clinical and Experimental Hypnosis and the Academy of Psychosomatic Medicine.

Lecron was an honorary member and a consultant of the Los Angeles Society for Psychic Research. 




Mais sobre a Hipnose :

A hipnose é um estado passageiro de atenção modificada no indivíduo, estado que pode ser produzido por outra pessoa e no qual diversos fenômenos podem surgir de forma espontânea ou em resposta a estímulos verbais ou de outro gênero.

Estes fenômenos englobam alterações na consciência e na memória, um aumento de susceptibilidade à sugestão e o surgimento, no indivíduo, de respostas e idéias que não lhe são familiares no estado de espírito normal.

Por outro lado, fenômenos como a anestesia, a paralisia, a rigidez muscular e modificações vaso-motoras podem ser, no estado hipnótico, produzidas ou suprimidas.


Rodeado, ainda hoje, aos olhos dos menos esclarecidos, de um certo halo de magia, o hipnotismo é tema que desperta sempre grande interesse pelo mundo dos segredos que parece encerrar. Poucos são, efectivamente, os que conhecem a fundo a história do hipnotismo, as explicações que para ele se apontam, as técnicas que envolve, os factores que tornam um sujeito hipnotizável, as aplicações terapêuticas da hipnose...

Assegurada por um passado já rico, uma vez que foi ponto de partida de quase todas as psicoterapias modernas, a hipnose seria ainda chamada a desempenhar um papel de primeiro plano na psicopatologia e na psicoterapia experimentais.

É necesário no entanto notar que, noventa anos depois das previsões formuladas por Charcot, continuamos a ignorar a natureza exacta da hipnose. Nenhuma das teorias propostas sobre ela oferece mais do que explicações parciais. Não temos sequer critérios objectivos que nos permitam afirmar que um sujeito está hionotizado. A hipnose é um fenómeno hábil, fugidio, resistente à definição científica, e no entanto a sua existência é incontestável.

Todas estas características acentuam bastante o interesse que este tema apresenta.

Após ter conhecido em frança, no fim do séc. XIX, um período glorioso, a hipnose caiu completamente no esquecimento. Pelo contrário, em outros países, sobretudo nos Estados Unidos e na União Soviética, foi-lhe dedicada uma atenção crescente, contemplando o seu estudo e as suas aplicações.

Esperamos contribuir para informar, com utilidade, sobre esta psicoterapia tão antiga e, no entanto, sempre apaixonadamente discutida, e talvez incitar alguns investigadores a realizar pesquisas mais profundas num domínio tão rico em perspectivas.





Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br


Dicionário de Numismática Ney Chrysostomo da Costa editora: Sulina - Porto Alegre - 1969 moedas coleção colecionismo medalhas etc



Dicionário de Numismática

Ney Chrysostomo da Costa

editora: Sulina - Porto Alegre - 1969

brochura original, escasso, bom estado,coda5-x12,Ilustrado - Aprox. 600 páginas; Numismática - Coleções -; Autores gaúchos


 São mais de 600 páginas de informação preciosa sempre bastante útil para o colecionador iniciante e mesmo para os já iniciados.

O volume divide-se em sete capítulos

Capítulo 1: Moedas e Países Capítulo 2: Países e Principais Moedas Capítulo 3: Moedas Antigas Capítulo 4: I - Países e as respectivas unidades monetárias / II - Unidades monetárias e os respectivos países Capítulo 5: Marcas de Fabricação Capítulo 6: Nomenclatura Capítulo Adicional (é um capítulo que integra entradas, tabelas e gravuras que não foram contempladas nos anteriores, uma espécie de adenda).

o livro é profundamente ilustrado e está organizado, como o próprio nome indica, por entradas alfabéticas. o dicionário numismático em português que vale a pena ter na estante.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

terça-feira, 17 de abril de 2012

ROGER N. WALSH Título: O ESPÍRITO DO XAMANISMO: UMA VISÃO CONTEMPORÂNEA DESTA TRADIÇÃO MILENAR.

Autor:   ROGER N. WALSH

Título:  O ESPÍRITO DO XAMANISMO: UMA VISÃO CONTEMPORÂNEA DESTA TRADIÇÃO MILENAR.

Editora:      SARAIVA

Ano:          1993  

Páginas:      300




Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. TRADUÇÃO MARIA SILVIA MOURÃO NETTO.

Como o interesse pelo xamanismo - a mais antiga disciplina religiosa, médica e psicológica da humanidade - pode reviver numa era de espaçonaves e supercondutores? Como podem se popularizar em nossa cultura ocidental científica as práticas espirituais e de cura que precederam a Bíblia, Buda e Lao-Tsé?

Este livro é inquestionavelmente a introdução mais perfeita e bem-elaborada sobre o xamanismo, examinando-o de uma perspectiva mais ampla, histórica e transcultural. O espírito do xamanismo é o início revelador de um mundo incrível.



Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

O Equinócio dos Deuses por Aleister Crowley ( TO MEGA THERION )

O Equinócio dos Deuses
por Aleister Crowley ( TO MEGA THERION )
traduzido por Marcelo Ramos Motta, em ótimo estado.


A:.  A:.
Publicação em Classes A ------ E.

Imprimatur:
93  10º=1  Pro Coll.
666     9º=2
216  8º=3  Summ.
etc...
Com Emblema da Sigillum Sanctum Fraternitatis A:.  A:.

200 Paginas
ano 1976 ( An. LXXII Sol in Oº O' O" Aries, 21 de Março, 1976 e.v., 17h09m.)

A Lei -
O Chamado -
Genesis libri Al.
Diagramas: Àrvore da Vida I, II, III.
Fac simile do Manuscrito Original de Liber Al.
Estela 666 ANKH-F-N-KHONSU (Obverso) reprodução em papel especial colorida, couché.
Estela 666 ANKH-F-N-KHONSU (Reverso) reprodução em papel especial colorida, couché.
Algumas indicações Cabalísticas.

A escritura do Livro da Lei de Aleister Crowley, ocorrida em 1904, marca a fundação da religião conhecida como 'Thelema', também chamada de a Religião da Nova Era. Em O Equinócio dos Deuses, Crowley narra como ocorreu o que ele chama de a 'gênese de Liber Al', relatando as experiências pelas quais teria passado quando de sua estadia no Cairo, em março/abril de 1904, com sua esposa Rose.
Nesta edição, consta a verdadeira primeira edição publicada em português do Livro da Lei, bem como cópia fac-símile do manuscrito de Crowley.
Além de tudo, a edição encontra-se recheada com comentários escritos por Marcelo Ramos Motta, essenciais para uma compreensão inicial do que vem a ser a Lei de Thelema.

  "Eu dou inimagináveis alegrias sobre a terra; certeza, não fé, enquanto em vida, sobre morte; paz indescritível, repouso, êxtase, sem exigir algo em sacrifício." (extratos do Livro da Lei)

O Reino do Oeste, onde o Sol parece se por, e onde se encontrava o Altar, é associado ao Elemento Água. No Sistema Thelêmico, é o Quadrante onde se invoca Babalon.
      Babalon é a divindade menos compreendida no Sistema Thelêmico. Não existe um capítulo para ela no Livro da Lei, e o seu nome não é citado pelo mesmo. Mas o Livro fala da Sacerdotisa como sendo a Mulher Escarlate, em quem todo o poder é dado. A referência é bíblica, pois é no Apocalipse, atribuído de modo errôneo ao apóstolo João, que encontramos a "grande prostituta, assentada sobre muitas águas", "assentada sobre uma besta de cor escarlate", "a mulher vestida de púrpura e escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas" que "tinha na sua mão um cálice cheio de abominações e da imundice da sua prostituição", e estava "embriagada do sangue dos santos". E o seu nome era "Mistério, a grande Babilônia".


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

Biblia Vida Russel P Sheed raro estudo comentario


Bíblia Vida Nova

Russell P. Shedd

Ed. S R Vida Nova

em bom estado capa dura, escassa,coda5-x7,não perca, saiba mais ....

Capa dura original em tela preta editorial, bom estado geral de conservação, com páginas amareladas pelo tempo, com  930 + 310 + 367 Páginas, do Velho Testamento, Novo Testamento e Apêndice respectivamente.

A Bíblia de estudo mais profunda e menos tendenciosa.
 

Cada livro da Bíblia tem comentários desenvolvidos pelo Dr. Russell Shedd, que inclui uma análise do conteúdo, discussões sobre a autoria e um minucioso esboço da sua estrutura.

Mais de 10 mil comentários em notas de rodapé do dr. Russell Shedd.

Com Apêndice, Com Enciclopédia de assuntos, Análise e Introdução dos livros, Referencias nas margens, Esboço de doutrina Cristã,
Mapas, Indice de tópicos,


A primeira Bíblia de estudo evangélica feita em português, a mais profunda e a mais famosa feita em terras brasileiras, por isso mesmo traz uma certa dose de polêmica entre eruditos e doutores da igreja de nosso país.

Formatação moderna e legível. Cada livro da Bíblia é aberto com uma introdução desenvolvida pelo dr. Russell Shedd, que inclui uma análise do conteúdo, discussões sobre a autoria e um minucioso esboço da sua estrutura.


Amada por uns criticada por outros essa é sem dúvida alguma a mais conhecida e estudada bíblia comentada produzida no Brasil em nosso ambiente teológico e em nosso contexto intelectual do mestre da igreja R P Shedd, que serve a Cristo servido a igreja no Brasil.

Belo exemplar produzido em nossa metodista Imprensa da Fé. Prefácio e reconhecimentos. Introdução e explicações. Os Testamentos. Indice. Enciclopédia de Assuntos. Análise e Introdução dos livros da Bíblia. Esboço doutrinário. Mapas. comentado. com Apêndices. Com ilustrações. Uma rara oportunidade. Livro antigo usado em Bom estado. Não perca, saiba mais ....



------------------------


Russell P. Shedd

É Ph.D. em Novo Testamento pela Universidade de Edimburgo, Escócia. Fundou a Edições Vida Nova há 47 anos. Faz parte da Missão Batista Conservadora no Sul do Brasil e há várias décadas trabalha no Brasil. Lecionou na Faculdade Teológica Batista de São Paulo; é aclamado no Brasil e exterior como conferencista, falando em congressos, igrejas, seminários e faculdades de Teologia. É casado com dona Patrícia há 54 anos; tem 5 filhos e 13 netos.


Russell Shedd nasceu na Bolívia, onde seus pais, Leslie Martin e Della Johnston eram missionários entre os índios. Aos cinco anos Shedd esteve pela primeira vez nos Estados Unidos, onde completou seus estudos e graduou-se em teologia pela Wheaton College. Diplomou-se Ph.D. em Novo Testamento pela Universidade de Edimburgo, Escócia.

De volta aos EUA, serviu durante cerca de um ano como pastor interino e logo foi aceito como missionário pela Missão Batista Conservadora, indo trabalhar em Portugal por um curto período. Após, transferiu-se definitivamente para o Brasil em 1962, estabelecendo-se definitivamente em São Paulo, onde fundou as Edições Vida Nova há mais de 40 anos, tendo lecionado na Faculdade Teológica Batista de São Paulo e dirigido a igreja Metropolitan Chapel, fundada por ele em 1977. Em 1957, casou-se com Patrícia, com quem tem 5 filhos.

Atualmente, Shedd é Presidente Emeríto da Vida Nova e consultor da Shedd Publicações e viaja pelo Brasil e exterior ministrando em conferências, igrejas, seminários e faculdades de Teologia.

Obras

É autor de vários livros, dentre os quais estão:

A Justiça Social e a Interpretação da Bíblia, Disciplina na Igreja, A Escatologia do Novo Testamento, A Solidariedade da Raça, Justificação, A Oração e o Preparo de Líderes Cristãos, Fundamentos Bíblicos da Evangelização, Teologia do Desperdício, Criação e Graça: reflexão sobre as revelações de Deus, todos publicados pelas Edições Vida Nova ou pela Shedd Publicações.

Além disso, é editor responsável pelos comentários da Bíblia Shedd / Bíblia Vida Nova e foi membro da comissão de tradutores para o português brasileiro da Bíblia NVI (Nova Versão Internacional), uma das mais reconhecidas traduções protestantes da Bíblia em português. Recentemente, prefaciou a obra "Lições das Crônicas de Nárnia" do professor e pastor Glauco Barreira Magalhães Filho.

Teologia

Shedd defende a autoridade suprema e inspirada da Bíblia, sendo esta a única revelação fidedigna de Deus, pelo que postula que "a Bíblia é a palavra de Deus".


Trata-se de um grande clássico de caráter universal primordial para a educação. Possui texto de fácil entendimento que estimula o leitor a pensar e refletir sobre o tema proposto.

----------------------

Temos um vasto acervo sobre a bibliografia temática dessa área, saiba mais ...


Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Diálogo Con Erik Erikson Richard I Evans Fondo De Cultura Económica 1975


Diálogo Con Erik Erikson

Richard I Evans

Fondo De Cultura Económica

1975

Psicologia, Arte, filosofia, Ensaio, Sociología, cultura.

livro em bom estado com  166 pág, brochura original, 17x11 cm,

Libro que se refiere a las ocho etapas del hombre, describe los más importantes rasgos del ciclo vital, desde el nacimiento hasta la muerte.

El autor subraya más los aspectos sociales que los biológicos, pero aunque acepta la influencia modeladora de la sociedad sobre el individuo, esquiva las explicaciones deterministas. Traducción de Carlos Valdés Vázquez.


um homem notável. Seu estilo analítico, tolerante, sereno, está apoiado numa incisiva perspicácia ... Erikson caminhou do campo da arte para o estudo psicanalítico. Como artista ofereceu uma perspectiva pouco comum para a psicanálise. Depois de estudar com Anna Freud, tornou-se um dos pioneiros da psicanálise infantil.

Viveu seus primeiros anos numa cultura européia variada e depois foi para os Estados Unidos.

Ali desenvolveu uma brilhante carreira como psicanalista, realizou importantes estudos comparativos entre culturas, foi escritor, ensinou psicanálise e foi professor da Universidade de Harvard.

Muitos o consideram um dos professores mais simpáticos e populares que existem no corpo docente de Harvard.

Em função de seus antecedentes ele se tornou um indivíduo criativo e único cujas obras estão atraindo grande atenção.



Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Maurice Dobb A Evolução do Capitalismo Zahar historia economica economia feudalismo moeda guilda artesão mercantilismo burguesia etc...


Maurice Dobb
A Evolução do Capitalismo
Zahar  - 1980  Páginas : 396

Comentário : Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original. com 3 páginas com grifo a caneta, nada que prejudique o bom aproveitamento deste clássico.

Partindo do ponto de vista de que a análise econômica só faz sentido e só pode dar frutos quando ligada aos estudo do desenvolvimento histórico foi que Maurice Dobb empreendeu a realização deste livro, considerado hoje como um clássico na história da Economia.


“Na realidade, os sistemas jamais se encontram em sua forma pura e em
qualquer período da história, elementos característicos tanto de períodos anteriores quanto posteriores podem ser achados às vezes misturados numa complexidade extraordinária.”


“O status de vilão freqüentemente constituía motivo para proibir a entrada na Guilda, e, ao mesmo tempo, em muitas cidades inglesas, os membros da guilda retinham grande parte de seu status agrícola e o direito burguês, isto é, a cidadania, estava ligado à posse de um lote, ou de uma casa dentro dos limites urbanos. Nesses casos, o comércio provavelmente não era mais que uma fonte incidental de renda.”


“O ritmo da modificação econômica, no que diz respeito à estrutura da indústria e das relações sociais, ao volume de produção e à extensão e variedade do comércio, mostrou-se inteiramente anormal, a julgar pelos padrões dos séculos anteriores: tão anormal a ponto de transformar radicalmente as idéias do homem sobre a sociedade de uma concepção mais ou menos estática de um mundo onde, de uma geração para outra, os homens estavam fadados a permanecer na posição que lhes fora conferida ao nascer, e onde o rompimento com a tradição era contrário à natureza, para uma concepção do progresso como lei da vida e do aperfeiçoamento constante como estado normal de qualquer sociedade sadia.”



Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

Sábado Dinotos Direto do Hebraico Massorético A Bíblia Sagrada - Pentateuco Vol I - Torah

Sábado Dinotos Direto do Hebraico Massorético

A Bíblia Sagrada - Pentateuco Vol I - Torah

Edição Do Autor

1964

1ª Edição. A Bíblia Sagrada - Volume I. A Bíblia traduzida e comentada diretamente do texto hebraico Massorético por Sábato Dinotos.

Neste volume contém Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Formato 14 x 19 cm - Capa brochura original, em bom estado de conservação, preciosa e escassa obra desse ren
omado autor - 268 páginas.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

A Torá Viva Rabino Aryeh Kaplan Maayanot O Pentateuco e as Haftarot Adolpho Wasserman judaismo teologia exegese sabios lei de moises biblia etc



A TORÁ VIVA

Maayanot

2009


bom estado, capa dura, em hebraico e português, Uma nova tradução baseada em fontes judaicas tradicionais, com comentários, introdução, mapas, tabelas, gravuras, bibliografia e índice remissivo; - 1490 pg


A TORÁ VIVA - Rabino Aryeh Kaplan; O Pentateuco e as Haftarot
Rabino Aryeh Kaplan, trad. Adolpho Wasserman. 

É com grande tremor que se inicia uma tradução da Torá.

Trata-se do Livro mais sagrado do judaísmo, onde cada palavra tem significado profundo e infinito. Desde o início o tradutor sabe que a maior parte disso será perdido na tradução.

No entanto, ao mesmo tempo, ele tem a responsabilidade de procurar preservar, até o limite do humanamente possível, o significado e profundidade da Torá; Além disso, é muito mais fácil traduzir um livro que nunca foi traduzido.

A Torá Viva conquistou prateleiras pelos continentes afora e hoje, provavelmente, não há Sinagoga, Casa de Estudo ou biblioteca que não a possua em suas estantes.

Trata-se de uma antologia bíblica, anotada por Rabino Aryeh Kaplan.

O livro não se destina aos menos versados, mas também é uma fonte significativa de conhecimentos da Torá para aqueles que estão conscientes e familiarizados com os textos dos exegetas.

"A Torá Viva" é o fundamento e pilar de uma sociedade justa e sadia.

Suas profecias reveladas prevêem todos os grandes eventos históricos, desde a queda da Babilônia e o retorno à Terra Santa, fome, tirania, perseguições, opressão e conflitos contemporâneos até a revolução industrial e a queda do comunismo.

E agora, finalmente, o Livro dos livros se encontra ao alcance de todos, com seus comentários dos exegetas clássicos.

Seu lançamento no vernáculo é fruto de trabalho dedicado e minucioso que se traduz em belíssimo volume de conteúdo preciso e acabamento perfeito.

"A Torá Viva" é uma perfeita tradução da Torá recebida por Moisés no Monte Sinai, sem literalidades, acréscimos ou "interpretações" do texto original, efetuada por um grande e sábio rabino praticante. Traduzida por Adolpho Wasserman.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Occaso - Poesia Autografado Maçom Cearense Antigo Etc:. Julio Olympio - Maçonaria Ceará Poeta Etc...

Occaso - Poesia Autografado Maçom Cearense Antigo Etc:.

Julio Olympio - Maçonaria Ceará Poeta Etc

editora: Ceará

ano: 1933

descrição: escasso livro, em bom estado, encadernado em couro, manteve-se a capa brochura original, coda130409, livro com dedicatória e assinatura do Ill: Ir:. Autor que participava dO Centro Literário junto com expressivos nomes da Ilustração cearense, tais como Pápi Junior, Guilherme Sturdart, Quintino Cunha, José Albano e outros. não perca, saiba mais ...

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Esta Página visa contribuir, com a localização de livros escassos, aos estudiosos das diversas ciências e áreas de estudo ou mesmo hobbies. Sobretudo as publicações já fora de comércio, antigas, esgotadas. Vendemos via Mercadolivre. Visite alguns de nossos livros anunciados em nosso e-shop, em: http://eshops.mercadolivre.com.br/philolibrorum


--

Tempo Morto e Outros Tempos 1ª Edição Autografada Gilberto Freyre. Pernambuco. Brasil.


Tempo Morto e Outros Tempos 1ª Edição Autografada
Gilberto Freyre
editora: José Olimpyo
ano: 1975
estante: Livros Raros

descrição: livro em bom estado de conservação, encadernado em brochura original. Trechos de um diário de adolescência e primeira mocidade, 1915 - 1930 ; Com ilustrações, capa de Hirsch, frontispicio de M Bandeira; “ Nova Iorque 1922. Spingarn- um homem de columbia defroqué – é um critico – filósofo que faz pensar como bom discípulo de Croce. estou em correspondência com ele...”;

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Esta Página visa contribuir, com a localização de livros escassos, aos estudiosos das diversas ciências e áreas de estudo ou mesmo hobbies. Sobretudo as publicações já fora de comércio, antigas, esgotadas. Vendemos via Mercadolivre. Visite alguns de nossos livros anunciados em nosso e-shop, em: http://eshops.mercadolivre.com.br/philolibrorum


--

NANOTECNOLOGIA - RISCOS DA TECNOLOGIA DO FUTURO ETC, Grupo


NANOTECNOLOGIA - RISCOS DA TECNOLOGIA DO FUTURO

ETC, Grupo

Editora : LPM

ISBN : 8525414824

Páginas : 200

Publicação : 2005



A nanotecnologia é um conjunto de técnicas usadas para manipular a matéria na escala de átomos e moléculas. Considerada por quem conhece seu potencial como a maior revolução industrial de todos os tempos, tem conseqüências em todos os aspectos da sociedade – econômicos, éticos, sociais, políticos –, bem como importante impacto na saúde, no meio ambiente, na alimentação, na agricultura e em praticamente todos os ramos da indústria. Apesar disso, são extremamente escassas ou inexistentes as discussões da sociedade sobre o tema, mas elas ocuparão um lugar cada vez mais relevante.

A intenção deste livro é dar uma visão geral dessa tecnologia, suas aplicações atuais e seus desenvolvimentos potenciais, com ênfase maior em sua utilização na alimentação e na agricultura.
Atualmente, são centenas de pesquisadores trabalhando com nanotecnologia em diversas áreas, basicamente em instituições públicas (universidades, empresas, laboratórios etc.), desenvolvendo projetos em parceria com ou para empresas privadas.

Segundo o sociólogo e pesquisador Paulo Martins (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), “os entusiastas são os primeiros a enumerar as benesses que a nanotecnologia trará para a vida cotidiana. Já os mais cautelosos preocupam-se com questões para as quais ainda não existem respostas. Ninguém sabe, por exemplo, que tipo de impacto as partículas nanoestruturadas podem causar no meio ambiente. As inovações vão servir para a sociedade como um todo? A nanotecnologia provavelmente vai provocar mudanças nos arranjos produtivos. Isso representará uma desestruturação das indústrias e do mercado de trabalho como os conhecemos hoje?”.

É imprescindível uma discussão social ampla que avalie não só os impactos concretos da tecnologia, mas também se ela é desejável. É nesse sentido que o Grupo ETC está disponibilizando este livro no Brasil.

O Grupo ETC (Grupo de Ação sobre Erosão, Tecnologia e Concentração), antiga RAFI, é uma organização internacional da sociedade civil, com sede em Ottawa, Canadá, que atua desde a década de 70, dedicando-se à conservação e ao fortalecimento da diversidade ecológica e cultural e aos direitos humanos.

Roberto : Poema Comico - Camilo Castilho Thomaz Ribeiro Manoel Roussado - Portugal Antigo

Roberto : Poema Comico - Camilo Castilho Thomaz Ribeiro

Manoel Roussado - Portugal Antigo

editora: Lisboa / António Maria Pereira

ano: 1862

descrição: livro em bom estado, capa dura, couro, rara oportunidade, não perca tempo, aproveite, saiba mais, por Manoel Roussado ; ( anotadores )Thomaz Ribeiro, António Feliciano de Castilho, L. A. Rebelo da Silva e Camilo Castello Branco;

Santos Souza Obra escolhida 1989 Aracaju Sergipe.

Santos Souza

Obra escolhida

1989

Aracaju Sergipe




SANTOS SOUZA

José dos Santos, nasceu em 27 de janeiro de 1919. Aos 13 anos, o menino Santo Souza já falava de amor em seus poemas. José Santo Souza ilustre filho de Riachuelo um dos maiores poetas vivos do país, viveu em sua cidade natal até os 17 anos trabalhando em farmácia, e em Aracaju, ele continuou trabalhando no ramo onde aprendeu a manipular medicamentos com a mesma maestria que o conservou na função por 26 anos. Somente em 1938 ele retornou à poesia.

Por puro desencanto, Santo Souza parou de escrever e foi se dedicar à música, aliás, com todo auto-didatismo que lhe é peculiar. Estudou música aos 15 anos como se estivesse estudando aritmética, talvez por isso aprendeu a tocar em três meses, inclusive compondo para clarineta algumas valsas para a namorada,

Autor de 14 livros, todos poemas, sendo o primeiro livro publicado “Cidade Subterrânea” (1953) e assim suas obras vieram sucessivamente como: “Caderno de Elegias” (1954), “Relíquias (1955), “Órfica” (1956), “Pássaro de Pedra e Sono” (1964), “Concerto e Arquitetura” (1974), “Pentáculo do Medo” (1980), “A Ode e o Medo” (1988), “Obra Escolhida” (1989), “Âncoras de Arco” (1994) e “A Construção do Espanto” (1998), “Rosa de Fogo e Lágrima” (2005).

É membro da Academia Sergipana de Letras. Membro efetivo da Associação Sergipana de Imprensa, e Membro Correspondente da Academia Paulista de Letras.

Hoje Santo Souza reside em Aracaju, aos 86 anos continua em plena atividade, dedicando-se inteiramente a sua família e aos livros. Possui um acervo de 12 livros publicados, outros na gaveta, outros republicados, e prefaciados por nomes ilustres da literatura brasileira, a exemplo do livro "Cidade Subterrânea", de 1953, que tem o prefácio assinado por Câmara Cascudo.

O Amor
"A origem do amor é um fanal
que ilumina a fonte de nossa margura,
tornando nosso coração cheio de ternura luminosa,
semelhante à luz espiritual"

A TERRA OCA. Raymond Bernard.




Título: A TERRA OCA (Ilustrado)

Autor: Raymond Bernard

Gênero:Ufologia

Editora: Record

A teoria da Terra oca afirma que a Terra não é um esferóide sólido, mas sim oca com aberturas no pólos. No seu interior viveria uma civilização tecnologicamente avançada, cujos integrantes às vezes vêm para a superfície em OVNIs. Existem variantes desta teoria, inclusive uma em que nós vivemos no interior da Terra oca. Esta última é a teoria da Terra invertida, que se confunde com as diferentes versões da teoria da Terra oca.

La Hipnosis Dr. L. Chertok Atika hipnose hipnotismo

La Hipnosis Problemas teoricos y practicos.

Dr. L. Chertok

Editora: Atika Madrid

Livro em bom estado, em espanhol, brochura, pg 220, coda29a-x4,escasso, não perca



 A hipnose é um estado passageiro de atenção modificada no indivíduo, estado que pode ser produzido por outra pessoa e no qual diversos fenômenos podem surgir de forma espontânea ou em resposta a estímulos verbais ou de outro gênero.

Estes fenômenos englobam alterações na consciência e na memória, um aumento de susceptibilidade à sugestão e o surgimento, no indivíduo, de respostas e idéias que não lhe são familiares no estado de espírito normal.

Por outro lado, fenômenos como a anestesia, a paralisia, a rigidez muscular e modificações vaso-motoras podem ser, no estado hipnótico, produzidas ou suprimidas.


Rodeado, ainda hoje, aos olhos dos menos esclarecidos, de um certo halo de magia, o hipnotismo é tema que desperta sempre grande interesse pelo mundo dos segredos que parece encerrar. Poucos são, efectivamente, os que conhecem a fundo a história do hipnotismo, as explicações que para ele se apontam, as técnicas que envolve, os factores que tornam um sujeito hipnotizável, as aplicações terapêuticas da hipnose...

Assegurada por um passado já rico, uma vez que foi ponto de partida de quase todas as psicoterapias modernas, a hipnose seria ainda chamada a desempenhar um papel de primeiro plano na psicopatologia e na psicoterapia experimentais.

É necesário no entanto notar que, noventa anos depois das previsões formuladas por Charcot, continuamos a ignorar a natureza exacta da hipnose. Nenhuma das teorias propostas sobre ela oferece mais do que explicações parciais. Não temos sequer critérios objectivos que nos permitam afirmar que um sujeito está hionotizado. A hipnose é um fenómeno hábil, fugidio, resistente à definição científica, e no entanto a sua existência é incontestável.

Todas estas características acentuam bastante o interesse que este tema apresenta.

Após ter conhecido em frança, no fim do séc. XIX, um período glorioso, a hipnose caiu completamente no esquecimento. Pelo contrário, em outros países, sobretudo nos Estados Unidos e na União Soviética, foi-lhe dedicada uma atenção crescente, contemplando o seu estudo e as suas aplicações.
Esperamos que este livro, nas suas modestas dimensões, possa informar com utilidade, sobre esta psicoterapia tão antiga e, no entanto, sempre apaixonadamente discutida.
Ela poderá talvez incitar alguns investigadores a realizar pesquisas mais profundas num domínio tão rico em perspectivas.

O Dr. L. ChertoK é internacionalmente considerado como um dos maiores estudiosos deste assunto, sendo considerado um clássico na matéria.



Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Os Italianos no Brasil Pedro Luis imigração italiana italia imigrantes familias origens etc ...

Os Italianos no Brasil

Luís Pedro colaboração de A. Monteiro

editora: Nova Jurisprudência Ltda

1944

descrição: ensaio histórico, bibliográfico e jurídico sobre os bens, tradições e colaboração de elementos italianos no Brasil. Documentação com ilustrações e iluminuras; 31, 5 cm. coda13-x12,capa dura, bom estado, usado, estnte de historia geral, escasso não perca, saiba mais....

Os Italianos no Brasil : com a livre disposicao de todos os bens voltam aos italianos no Brazil todas as liberdades e prerrogativas com a decretacao definitiva, neste momento adotado pelo novo governo daRepublica / Anotacoes de Pedro Luis ; colaboracao de A. Monteiro.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br

domingo, 8 de abril de 2012

História Genealógica da Casa de Moya - Volume XIV Salvador de Moya Canton 1970



História Genealógica da Casa de Moya - Volume XIV

Salvador de Moya

Canton

1970

brochura original, bom estado de conservação, escasso, não perca saiba mais...

Edição fora de comércio, para distribuição à família e amigos. Biografia do autor.

Interior rico em fotografias em preto e branco.


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega. Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios. Todos os pedidos são enviados com seguro. CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br


outros livro sobre o assunto que talvez interesse, consulte a disponibilidade por email:



Galeria dos Brasileiros Ilustres. S. A. Sisson. Vol. I. Senado Federal; Brasília; 1999.

Galeria dos Brasileiros Ilustres. S. A. Sisson. Vol. II. Senado Federal; Brasília; 1999.

Garibaldi - Guerreiro da Liberdade. Anselmo F. Amaral. Martins livreiro; 1983.

Garibaldi - Herói de Dois Mundos. Paul Frischaner. Vecchi; Rio de Janeiro.

Gaspar Vaz: Fundador de Mogi das Cruzes. Isaac Grinberg. S. Paulo; 1979.

Gemas de Minas Gerais. METAMIG; Belo Horizonte; 1981.

Gemütlichkeit & Saudade. Breve História de Treze Tílias e Memórias da Primeira Infância. Luiz J. Gintner. Edição do Autor; Rio; 1993.

Geneagrafia dos Mellos e Histórico de Cratheus. Ismar de Melo Torres.

Geneagrafia dos Torres. Ismar de Melo Torres. 1997.

Geneagrafia e Histórico de Crateús. Ismar de Melo Torres. 2ª edição. 1996.

Genealogia. Discurso pronunciado por Américo Jacobina Lacombe no IHGB em 23.10.1968, publicado na RIHGB nº 281.

Genealogia dos Albuquerques e Cavalcantis. Adalzira Bittencourt. Editora Livros de Portugal; Rio de Janeiro; 1965.

Genealogia Baiana. Catálago genealógico do Frei Antônio de S. Maria Jaboatão adaptado e desenvolvido por Afonso Costa. Trabalho publicado no Vol. nº 191 da RIHGB.

Genealogia dos Bezerra de Menezes. História e Diáspora. Antônio Herbert Paz Bezerra. Premius; Fortaleza; 2004.

Genealogia Brasileira. A Família Moniz Barreto. Matéria de O. Guerreiro de Castro publicada na RIHGB nº 247.

Genealogia Carioca - Tomos I (Titulares do Império) e II (A Família Hime). Publicações do Colégio Brasileiro de Genealogia. Rio de Janeiro; 1965 a 1990.

Genealogia Cuiabana. Notas para Futuros Linhagista. Trabalho de José de Mesquita publicado nos Tomo XLIX/LII da Revista do Instituto Histórico de Mato Grosso.

Genealogia da Família Arrais. Izabel Arrais Bandeira. ABC; Fortaleza; 1999.

Genealogia da Família Azevedo de Andrelândia e sua ligação com velhos troncos paulistas. Maria Regina Azevedo Vilela de Andrade. Ofício das Palavras; 2007.

Genealogia da Família Barreira. Valdir Uchoa Ribeiro. Premius Editora; Fortaleza; 1999.

Genealogia da Família Barreiros. Antônio de Portugal de Faria. 2ª edição. Companhia Nacional Editora; Lisboa; 1896.

Genealogia da Família Bley, de Waldemiro Bley Júnior (livro).

Genealogia da Família Cascão. Regina Cascão. Clube da Letra; Rio de Janeiro; 2002.

Genealogia da Família de Francisco Borges Castello Branco. Adilson Castello Branco da Cunha. Edições Edificantes; Recife; 1993.

Genealogia da Família Enout. Carlos de Rezende Enout (livro).

Genealogia da Família D Escragnolle (França-Brasil). Artigo de Luís Afonso d Escragnolle publicado na RIHGB nº 235.

Genealogia da Família Faria. Antônio de Portugal de Faria. Tipografia da Casa Católica; Lisboa; 1896.

Genealogia da Família Luz. Francisco Teotônio da Luz Neto. Brasília; 2003.

Genealogia da Família Mascarenhas - 1824/1989. Décio Magalhães Mascarenhas. Cedro Cachoeira; Belo Horizonte; 1990.

Genealogia da Família Medina da Ilha da Madeira. J. C. D. N. Solução Editora; Lisboa; 1930.

Genealogia da Família Monnerat. Clovis Antonio Lutterbach Riker Branco. Clube de Literatura Cromos; 1999.

Genealogia da Família "Possollo" (1673 a 1892). Antônio de Portugal de Faria. Tipografia Portuguesa; Lisboa; 1892.

Genealogia da Família Rodrigues Ribeiro - Sul de Minas. Miguel Kruse Medici. Edição do autor; São Paulo.

Genealogia da Família Souza Leão. Manoel do Rego Barros Souza Leão. Typografia Mercantil; Recife; 1881.

Genealogia da Família Tomaz. 2ª edição. Comissão Organizadora da III Convenção da Família Tomaz.

Genealogia das Famílias Botelho, Arruda, Sampaio, Horta, Paes Leme, Gama e Vilas Boas, até os seus atuais descendentes. Artigo publicado na Revista do Arquivo Público Mineiro (Ano XII). Imprensa Oficial de Minas Gerais; Belo Horizonte; 1908.

Genealogia das Famílias Munhoz Pereira e Correira Pereira. Vera Maria Buck Pereira. Vicentina; Curitiba; 2005.

Genealogia das Famílias Távora, Diógenes, Pinheiro. Plínio Diógenes Botão. OTS; Fortaleza.

Genealogia de Assis Vidal - O Jornalista. Adauto Ramos. João Pessoa; 2002.

Genealogia de Frederico Guilherme Virmond. General Nicanor Porto Virmond. Curitiba; 1976.

Genealogia de J. Miguel de Matos. Josias Clarence Carneiro da Silva. Edição Íntima; 1970.

Genealogia de Joaquim Sabino de Paula Ramos Horta. Nísio Horta Mattos. Rio de Janeiro; 1974.

Genealogia de José Francisco de Miranda Osório (ou José Francisco de Miranda Osório e seus Descendentes). Maria Luiza Motta de Menezes. Editora Henriqueta Galeno; Fortaleza; 1980.

Genealogia de Machados e Fonsecas (XIII a XX). Raymundo da Fonseca. Edição do Autor; Valença; 1994.

Genealogia de Tradicionais Famílias de Minas. Oswaldo Rezende. Revista dos Tribunais; São Paulo; 1969.

Genealogia de uma Família do Seridó. Tarcízio Dinoá Medeiros. Verano; Brasília; 2007.

Genealogia do Barão de Mearim. Barão de Mearim. Imprensa Libanio da Silva; Lisboa; 1923.

Genealogia do Snr. Dr. Manoel Ferraz de Campos Salles. Leoncio A. Gurgel. Typ. Americana; São Paulo; 1906.

Genealogia dos Cintras. Monsenhor Antonio Paes Cintra. Jornal do Comércio; Rio de Janeiro; 1949.

Genealogia dos Ferreiras de Souza. Zaqueu de Almeida Braga. Ed. Henriqueta Galeno; Fortaleza; 1985.

Genealogia e Heráldica. Fontes Documentais da Torre do Tombo para a História do Brasil. Luís Filipe Marques da Gama. Torre do Tombo; Lisboa; 2004.

Genealogia e Heráldica. Fontes Documentais da Torre do Tombo. Guia de Exposição. Arquivos Nacionais/ Torre do Tombo; 1996/1997.

Genealogia e Opiniões, de Renato Báez. Ed. Resenha Tributária; Corumbá; 1983.

Genealogia - Famílias Nogueira da Gama e Gomes Leal. Waldemar Rodrigues de Oliveira Leal. Belo Horizonte; 1988.

Genealogia Fluminense. Morais - Originários de Cantagalo. J. B. de Athayde. Cópia xerográfica (v. Famílias Fluminenses).

Genealogia Matogrossense. José de Mesquita. Editora Resenha Tributária; S.Paulo; 1992.

Genealogia Mineira. Arthur Vieira de Rezende e Silva. Imprensa Oficial de Minas Gerais; B. Horizonte; 1937.


Genealogia Norte Mineira. Vol. I. Valdivino Pereira Ferreira. Edição do Autor; 2003.

Genealogia Paranaense. Francisco Negrão. Paranaense; Curitiba; 1926 ss.

Genealogia Paulistana. Luiz Gonzaga da Silva Leme. Duprat; S. Paulo; 1903 ss.

Genealogia recente do Presidente da República Dr. João Belchior Marques Goulart (contendo a súmula de sua biografia política). J. F. de Assumpção Santos. Rio; 1977.
Genealogia Resumida da Casa Imperial Brasileira e Real Portuguesa. Primeira Parte: Tronco (Descendência Direta). Salvador de Moya. Separata da Revista do Arquivo Municipal de S.Paulo nº XXVI. S.Paulo; 1937.

"Genealogia resumida de Monsenhor Luiz Castanho de Almeida". Artigo de J. F. de Assumpção Santos publicado no Diário de Sorocaba, edição de 26.9.1982.

Genealogia Rio-Grandense. João Pinto da Fonseca Guimarães e Jorge Godofredo Felizardo. Livraria da Globo; Porto Alegre; 1937.

Genealogia Sebastianense. João Gabriel Sant Ana. Gráfica Sangirard; São Paulo; 1976.

Genealogia - Sistema de Classificação de Dados Genealógicos. Fenelon Silva. Edições de Ouro; Rio de Janeiro; 1979.

Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente (1742- 1989). Francisco de Assis Vasconcelos Arruda. 1ª edição. Imprensa Oficial do Ceará; Sobral; 1989.


Genealogias das Grandes Famílias Bernardes e Itamaraty. Francisco de Paula Mayrink Lessa. Rio de Janeiro; 1976.

Genealogias Judaicas. Egon e Frieda Wolff. Coleção "Dicionário Biográfico". Editora do Livro; Rio de Janeiro; 1990.


"Gens Lorenensis" (Do Sertão de Guaypacaré à Formosa Cidade de Lorena). Indústria Gráfica José Ortiz Júnior - Editor, 1ª edição, S. Paulo, 1956.

Gente de Bom Despacho. Jacinto Guerra. Thesaurus; Brasília; 2003.

Gente de Brasília. Renato Riella e outros. Correio Braziliense; Brasília; 1988.

Gente que preza sua gente. Sebastião Ferrarini. Curitiba; 2002.


Geração Pombalina. Descendentes de Sebastião José de Carvalho e Melo. Livro Primeiro. João Bernardo Galvão Telles. Dislivro Histórica; Lisboa; 2007.

Gerações/Brasil. Boletim da Sociedade Genealógica Judaica do Brasil. S. Paulo; 1995.


Getúlio Vargas à luz da Genealogia. Aurélio Porto. Separata do Anuário Genealógico Brasileiro (5º volume). Cruzeiro do Sul; S. Paulo; 1943.


Glorioso Passado. Francisco de Carvalho Soares Brandão Neto. Rio de Janeiro; 1967.

Goiânia em Primeiro Tempo. Dante Ungarelli. Gráfica Vera Cruz; Goiânia; 1985.


Guanambi - Aspectos Históricos e Genealógicos. Dário Teixeira Cotrim. Cuatiara; Belo Horizonte; 1994.

Guaramiranga e os Caracas. Marcelo Linhares. ABC Editora; Fortaleza; 2001.

Guia Brasileiro de Fontes para a História da África, da Escravidão Negra e do Negro na Sociedade Atual. Vols. 1 e 2. Arquivo Nacional, Imprensa Nacional; Brasília; 1988.

Guia de Pesquisa Genealógica no Arquivo Nacional. Arquivo Nacional, Divisão de Publicações; Rio de Janeiro; 1990.


Guia dos Arquivos de Instituições Religiosas e Beneficientes. Arquivo Nacional; Rio de Janeiro; 1975.



Heráldica (Estudos, Notas Comentários). Armando de Mattos. Portucalense; Porto; 1941.

Herdeiros, Parentes e Compadres. Ellen Fensterseifer Woortmann. Hucitec/São Paulo; EDUNB/Brasília; 1995.


História da Casa da Torre, de Pedro Calmon. 3ª edição revista. Fundação Cultural do Estado da Bahia; Salvador; 1983.

História da Família no Brasil Colonial. Maria Beatriz Nizza da Silva. Editora Nova Fronteira; Rio de Janeiro; 1998.

História da Família Versiani. Rui Veloso Versiani dos Anjos. Belo Horizonte; 1944.

História da Fundação de Assis. Editora Gráfica Latina; Adriano Campanhole. São Paulo; 1985.

História e Genealogia da Família Ulysséa. Rogério Ulysséa. André Quicé; Brasília; 1997.


História da Imigração Alemã no Sul do Brasil. Felipe Kuhn Braun. Amstad; Nova Petrópolis; 2009.

História da Imigração e Colonização Alemã no Vale do Rio Pardo. Armindo L. Muller. Vol. 1 (Cemitérios dos Imigrantes Alemães). Santa Cruz do Sul; 1989/1990.




História de Carmo do Paranaíba. Silveira Neto. Livraria Bernardo Álvares; Belo Horizonte; 1956.

História de Juiz de Fora. Paulino de Oliveira. 2ª edição. Juiz de Fora; 1966.

História de Manhumirim, Município e Paróquia. Volume I (1808-1924). Pe. Demerval Alves Botelho, SDN. Edsitora O Lutador; Belo Horizonte; 1987.

História de Minas. Waldemar de Almeida Barbosa. Vol. 3. Editora Comunicação; Belo Horizonte; 1979.

História de Minas e "Memórias de Nogueira da Gama". Pedro Calmon. José Olímpio; Rio de Janeiro; 1985.

História de Minas Gerais. As Minas Setecentistas. Vol. 1. Volume organizado por Maria Efigênia Lage de Resende e Luiz Carlos Villalta. Autêntica; Belo Horizonte; 2007.

História de Minas Gerais. As Minas Setecentistas. Vol. 2. Volume organizado por Maria Efigênia Lage de Resende e Luiz Carlos Villalta. Autêntica; Belo Horizonte; 2007.

História de Mogi das Cruzes (do começo até 1954). Isaac Grinberg. Segunda tiragem. São Paulo; 1961.

História de Mossoró. Francisco Fausto de Souza. Editoria Universitária/UFPb; João Pessoa; 1979.

História de Pernambuco. Flávio Guerra. Ed. Massangana; 4ª edição; Recife; 1992.


História de Santana de Parnaíba. Coleção História. Monsenhor Paulo Florêncio da Silveira Camargo. Conselho Estadual de Cultura; S. Paulo; 1971.

História de São José do Vale do Rio Preto. José de Cusatis. Imprensa Oficial; Niterói; 1990.

História de Silvânia. Humberto Crispim Borges. Cerne; Goiânia; 1981.

História de uma oligarquia: os Bulhões. Maria Augusta Sant anna Moraes. Oriente, Goiânia, 1974.

História de Valença. Luís Damasceno Ferreira. 2ª edição. Editora Valença; Valença; 1978.

História de Vassouras. Inácio Raposo. 2ª edição. Instituto Estadual do Livo (RJ); Rio de Janeiro; 1978.

História do Herval (descrição física e histórica). Manoel da Costa Medeiros. Universidade de Caxias do Sul; Caxias do Sul (RS); 1980.
História do Município de Patu. Petronilo Hemetério Filho. Natal; 1983.
História do Município de Senhora dos Remédios. João Paulo Ferreira de Assis. Edição do autor; Barbacena; 2003.


História e Fatos de Ilhéus. Carlos Pereira Filho. CEPLAC; Ilhéus; 1981.

História e Genealogia Fluminense. Francisco Klors Werneck. Edição do Autor; Rio de Janeiro; 1947.

História e Tradições da Província de Minas Gerais. Bernardo Guimarães. MEC, Rio de Janeiro, 1976.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. I (Documentos Preliminares). Salvador de Moya. São Paulo.
História Genealógica da Casa de Moya. Vol. II (Documentos Preliminares - Continuação). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. III (Origem de Moya - 1ª Parte). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. IV (Os de Moya, na Religião Católica). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. V (Os de Moya, na Religião Católica). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. VI (Os de Moya, na Religião Católica). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. VII (Colaboração e Documentos). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. VIII (Colaboração e Documentos). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. IX (Colaboração e Documentos). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. X (Pintor Célebre. Titulares). Salvador de Moya. São Paulo.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. XI. Salvador de Moya. São Paulo; 1962.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. XII. Salvador de Moya. S. Paulo; 1962.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. XIII. Salvador de Moya. S. Paulo; 1964.

História Genealógica da Casa de Moya. Vol. XIV. Salvador de Moya. S. Paulo; 1970.



Histórias e Estórias de Caldas Novas. José Theophilo de Godoy. Oriente; Goiânia; 1978.

Historiografia Mineira. Oiliam José. Imprensa Oficial de Minas Gerais; Belo Horizonte; 1987.


Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. I (Títulos de letra A). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 1996.

Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. II (Títulos de letra B e adendo relativo aos títulos de letra A). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 1999.

Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. III (Títulos de letras C e D e adendo relativo aos títulos anteriores). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 2000.

Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. IV (Títulos de letras E a H e adendo relativo aos títulos anteriores). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 2002.

Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. V (Títulos de letras I e J e adendo relativo aos títulos anteriores). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 2003.

Iconografia e Bibliografia dos Titulares do Império. Vol. VI (Títulos de letras L a N e adendo relativo aos títulos anteriores). Victorino Coutinho Chermont de Miranda. Rio de Janeiro; 2004.



Igrejas e Irmandades de Ouro Preto. Joaquim Furtado de Menezes. Inst. Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais; Belo Horizonte; 1975.

Imagens de Família (Esboços Biográficos). Sérgio Ioset Salusse Bittencourt-Sampaio. ZMF Editora; Rio de Janeiro; 1996.
Imigração Italiana em São Paulo (1880-1889). Lucy Maffei Hutter. IEB/USP; S.Paulo; 1972.

Imigração Italiana no Rio Grande do Sul. Rovílio Costa e Outros. Sulina; P. Alegre; 1974.

Imigração Italiana. Os Bresolin. Luciano Bresolin. Padre Berthier; Passo Fundo; 1994.

Imigrantes Italianos e Portugueses no Brasil. Paulo da Terra Caldeira. Ed. do Autor; Belo Horizonte; 1989.

Imigrantes Italianos em Rio Claro e seus Descendentes. Vol. 1 (Castellano, Giorgi, Piccoli e Zanardi). Lícia Capri Pignataro. Arquivo Público e Histórico do Município do Município; Rio Claro; 1982.

Imigrantes Italianos em Rio Claro e seus Descendentes. Vol. 2 (Fittipaldi, Scarpa, Fina, Codo, Venturoli, Gardenal, Santomauro e Pignataro). Lícia Capri Pignataro. Arquivo Público e Histórico do Município do Município; Rio Claro; 1982.

Imigrantes Judeus. Relatos, Crônicas e Perfis. Moysés Eizirik. ESTEF/Porto Alegre; EDUCS/Caxias do Sul; 1986.

Imigrantes ... Reverência. Rosalina Pinto Moreira. O Lutador; Belo Horizonte; 1999.


Índice Abreviado das Genealogias Manuscritas do Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Carlos Alberto Ferreira. Separata do Anuário Genealógico Latino nº 2. Edição da Revista Genealógica Latina; São Paulo.

Índia Carijó. A Mãe dos Lagunistas. Luiz Antônio Alves. HG; Caxias do Sul; 2007.


Indice Anotado da Revista do Instituto do Ceará (Do Tomo I ao LXVIII). José Honório Rodrigues. Imprensa Universitária do Ceará; Fortaleza; 1959.

Índice Anotado da Revista do Instituto do Ceará (Do Tomo I ao LXVIII) - 1887-1954.José Honório Rodrigues e Leda Boechat Rodrigues. ABC Editora; Fortaleza; 2002.

Índice Anotado da Revista do Instituto do Ceará (Do Tomo LXIX ao CXI) - 1955 a 1997. Pedro Alberto de Oliveira Silva. Instituto do Ceará; Fortaleza; 2000.

Índice das Publicações do Arquivo Nacional. Arquivo Nacional; Rio de Janeiro; 1944.

Índice dos Documentos Relativos à América do Sul Existentes na Biblioteca da Ajuda. Carlos Alberto Ferreira. Arquivo Nacional; Rio de Janeiro; 1968.

Índices das Cartas de Brasão de Armas do "Arquivo Heráldico-Genealógico" do Visconde de Sanches de Baena. Gonçalo de Vasconcelos e Sousa. Livraria Esquina; Porto; 1993.

Índices dos Processos de Habilitação para Familiar do Santo Ofício da Inquisição. Luís Amaral, Rui GIl e Hugo Sousa Tavares. Biblioteca Genealógica de Lisboa; Lisboa; 2008.

Índice Onomástico (Livros de Linhagens). Vol. 1. Horus; Lisboa; 1964.

Índice Onomástico (Livros de Linhagens). Vol. 2. Horus; Lisboa; 1965.

Índice por Subtítulos da Pedatura Lusitana. Cândido Pinheiro Koren de Lima, Ana Lídia Lima de Mesquita, Everardo Alves da Silva, Francisco José Pinheiro, José Romário Gadelha, Rômulo da SIlva Soua e Tarciso Soares Machado. Ana Lima; Fortaleza; 2006.

Índice por Subtítulos do Nobiliário das Famílias de Portugal. Cândido Pinheiro Koren de Lima, Ana Lídia Lima de Mesquita, Everardo Alves da Silva, Francisco José Pinheiro, José Romário Gadelha de Vasconcelos, Rômulo da Silva Sousa e Tarciso Soares Machado. Ana Lima; Fortaleza; 2006.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 1 (Catálogo Genealógico, de Frei Antonio de Santa Maria Jaboatão). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 2 (Nobiliarquia Pernambucana, de Antônio José Vitorino Borges da Fonseca). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nºs 3/4 (Nobiliarquia Paulistana, de Pedro Taques de Almeida Paes Leme, e Genealogia Rio-Grandense, 1º volume, de Jorge Godofredo Felizardo). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 5 (Genealogia Mineira, de Artur Rezende). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 6 (Genealogia Paulistana, Vol. I, de Silva Leme, prenomes de A a J). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo;

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 7 (Genealogia Paulistana, de Silva Leme, Vol. II, prenomes de J a Z). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo.

Índices Genealógicos Brasileiros - 1ª série - nº 8 (Genealogia Paranaense, de Francisco Negrão). Publicação do Instituto Genealógico Brasileiro. São Paulo; 1960.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 1 (Catálogo Genealógico de Jaboatão). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1948.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 2 (Nobiliarquia Pernambucana). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1952.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vols. 3/4 (Nobiliarquia Paulistana, de Pedro Taques de Almeida Paes Leme, e Genealogia Rio-Grandense, 1º volume, de Jorge Godofredo Felizardo). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1953.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 5 (Genealogia Mineira, de Artur Rezende). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1955.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 6 (Genealogia Paulistana, de Silva Leme, de A a L). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1958.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 7 (Genealogia Paulistana, de Silva Leme, de L a Z). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1960.

Índices Genealógicos Brasileiros - 2a. Série - Apelidos. Vol. 8 (Genealogia Paranaense, de Negrão). Publicação da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1961.

Índios do Ceará Topônimos Indígenas. 2ª edição. R. Batista Aragão. Fortaleza; 1994.

Influência de uma Família Paulista do Século XVI nos Destinos do Brasil. Aureliano Leite. S. Paulo; 1949.

Informação sobre as Minas de S. Paulo. A Expulsão dos Jesuítas do Colégio de S. Paulo. Pedro Taques de Almeida Paes Leme. Melhoramentos; S. Paulo.

Informações Históricas sobre São Paulo no Século de sua Fundação. Edith Porchat. Iluminuras; São Paulo; 1993.

Inhamuns (Terra e Homens). Antônio Gomes de Freitas. Editora Henriqueta Galeno; Fortaleza; 1972.
Inquisição: Rol dos Culpados. Fontes para a História do Brasil - Século XVIII. Anita Novinsky. Expressão e Cultura; Rio de Janeiro; 1992.
Instituições Financeiras de Minas. Cláudio de Albuquerque Bastos. Belo Horizonte; 1997.

Instituições de Igrejas no Bispado de Mariana. Cônego Raimundo Trindade. SPHAN; Rio de Janeiro; 1945.


Introdução ao Estudo da História do Brasil. Américo Jacobina Lacombe. Ed. Nacional e Ed. da USP; S. Paulo; 1973.

Introdução e Notas ao Catálogo Genealógico das Principais Famílias, de Frei Jaboatão. Pedro Calmon. Vol. I. Empresa Gráfica da Bahia; Salvador; 1985.

Inventário. Arquivo Distrital de Lisboa. Registros Paroquiais. Vol. 1 (Lisboa - Cidade). Arquivos Nacionais/ Torre do Tombo. Lisboa; 1992.
Inventário Coletivo dos Registros Paroquiais. Vol. 1 (Centro e Sul). Arquivos Nacionais / Torre do Tombo; Lisboa; 1993.

Inventário Coletivo dos Registros Paroquiais. Vol. 2 (Norte). Arquivos Nacionais / Torre do Tombo; Lisboa; 1994.


Israel Pinheiro (Coleção Perfis Parlamentares - Vol. nº 27). Câmara dos Deputados; Brasília; 1979.

Istambul. Guia Visual. Empresa Folha da Manhã; São Paulo; 1999.

Itália. Franco Vaselli. Instituto Cultural Ítalo Brasileiro; São Paulo.

Itália. Guia Visual. Empresa Folha da Manhã; São Paulo; 1998.

Itália. Instituto Geográfico de Agostini. Itália; 1987.

Itália: Os Séculos Decisivos (Idade Média, Ano 1000 a 1250. O Nascimento das Comunas). Indro Montanelli e Roberto Gervaso. Ibrasa; S. Paulo; 1968.

Italian Genealogical Records. Trafford Robertson Cole. Ancestry; Salt Lake City; 1995.

Italianos em Juiz de Fora. Artigo de Wilson de Lima Bastos, publicado na Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Juiz de Fora nº 7. Juiz de Fora; 1973.

Italianos, Graças a Deus. Artigo de Sofia Cerqueira, publicado na revista "Domingo", que acompanhou a edição do Jornal do Brasil de 23.5.93.

Italianos no Mundo Rural Paulista. João Baptista Borges Pereira. Pioneira/IEB-USP; S. Paulo; 1974.

Italianos no Rio Grande do Sul. Walter José Faé. Americana; S. Paulo; 1975.

Italianos no Rio de Janeiro. Julio Cezar Vanni. Comunitá; Niterói; 2000.

Italy. Dorothy Daly. 2ª edição; Collins; Glasgow and London; 1984.

Itaperuna. Coleção Prefis Municipais. Fundação Centro de Informações e Dados do Rio de Janeiro; Rio; 1988.

Itu e a Família Paula Leite de Barros. Frederico de Assis Pacheco Borba. EDICON; S. Paulo; 1985.

Itueta. Retrato de uma Época. Antônio Barbosa Castro.

Jacob Rheingantz (1817-1877). Carlos Grandmasson Rheingantz. Separata da Revista Genealógica Brasileira. São Paulo; 1941.

Jacobina. A Líder dos Mucker. Elma Sant Ana. AGE; Porto Alegre; 2001.

Jânio Quadros, 20º Presidente do Brasil. Hélio Silva. Edit. Três; São Paulo; 1983.



João Antônio de Moraes, 1º Barão das Duas Barras. Judith de Moraes Veiga. Rio de Janeiro; 1948.

João Brígido e sua Descendência. Maria Adelaide Flexa Daltro Barreto. IMPRECE; Fortaleza; 2005.

João Goulart. Uma Biografia. Jorge Ferreira. Civilização Brasileira; Rio; 2011.

João Guimarães Rosa. Edição especial dos Cadernos de Literatura Brasileira (nos. 20 e 21). Instituto Moreira Salles; São Paulo; 2006.

João Pais, do Cabo: o Patriarca, seus Filhos, seus Engenhos (com estudo genealógico por Sílvio Pais Barreto). Gilberto Osório de Andrade e Rachel Caldas Lins. Editora Massangana; Recife; 1982.

João Pinheiro. Documentário sobre a sua vida. Obraga organizada por Francisco de Assis Barbosa. Publicações do Arquivo Público Mineiro. Separata. Nº 1. Belo Horizonte; 1966.

João Pinheiro e sua Doutrina (1899-1908). Vivaldi Moreira. Câmara dos Deputados; Brasília; 1984.

João Rodrigues da Silva e sua Descendência, de Carlos G. Rheingantz e Jorge G. Felizardo - 1º Volume. Guarany; Rio de Janeiro; 1952/1953.

Joaquim, Medalha de Ouro. Crônica de uma Família Pernambucana. Giselda Portela de Albuquerque Fonseca. Ed. Universitária da UFPE; Recife; 1991.

Joaquim Nabuco (Coleção Perfis Brasileiros). Ângela Alonso. Companhia das Letras; São Paulo; 2007,

Joaquim Nabuco (Coleção Perfis Parlamentares nº 26). Câmara dos Deputados; Brasília; 1983.

José Francisco de Miranda Osório e seus Descendentes (ou Genealogia de José Francisco de Miranda Osório). Maria Luiza Motta de Menezes. Editora Henriqueta Galeno; Fortaleza; 1980.


Judeus e Judaísmo Vistos por Não-Israelitas. Egon e Frieda Wolff. Companhia Brasileira de Artes Gráficas; Rio de Janeiro; 1990.

Judeus na Bibliografia em Língua Portuguesa. Egon e Frieda Wolff. Coleção "Dicionário Biográfico”. Editora do Livro; Rio de Janeiro; 1990.

Judeus na Formação Histórica de Minas Gerais. Artigo de Waldemar de Almeida Barbosa publicado na RIHGMG (Volume XXI).

Judeus nos Primórdios do Brasil-República. Egon e Frieda Wolff. Bloch; Rio de Janeiro.

Juiz de Fora: Imagens do Passado. Douglas Fazolatto. FUNALFA; Juiz de Fora; 2001.

Juiz de Fora. O Ontem - O Hoje. Wilson de Lima Bastos. Edições Paraibuna; Juiz de Fora; 1982.

Jurisdição dos Capitães. Marcos Paulo de Souza Miranda. Del Rey; Belo Horizonte; 2003.


Laços de Família. Ensaio Genealógico. Walfredo Machado. Pongetti; Rio de Janeiro; 1973.

Lembranças de Família. Os Pereira de Toledo do Paraíso. Benedito Toledo dos Santos. Rio de Janeiro; 1999.
Leopoldina de hoje ... e de Ontem. Luiz Eugênio Botelho. Leopoldina; 1967.

Leopoldina de Outrora. Luiz Eugênio Botelho.

Leopoldina (MG) de todos os tempos. Kléber Pinto de Almeida. Ensaio; Belo Horizonte; 2002.

Leopoldina do Meu Tempo. Memórias. Mário de Freitas.

Leopoldina, sua gente, sua música (com dados genealógicos sobre a Família Montes). Albino Montes. Belo Horizonte; 2003.



Levantamento de dados e informações de membros das Famílias Vieira, Barroso, Mello, Castro, Queiroz e Filgueiras. Jorge Raymundo Castro Vieira. Brasília; 2000.


Literatura em Quadrinhos no Brasil. Moacy Cirne, Álvaro de Moya, Otacílio D Assunção e Naumim Aizen. Nova Fronteira e Fundação Biblioteca Nacional; Rio de Janeiro; 2002.

Litoral do Brasil. Brazilian Coast. Aziz Nacib Ab Sáber. Metalivros.


Livro das Moedas do Brasil. Arnaldo Russo. 2ª edição. Laborgraf; Rio de Janeiro; 1981.

Livro de Minha Família. José Bonifácio de Arruda. Vol. nº 7 da Biblioteca Genealógica Brasileira. S. Paulo; 1952.


Livros de Linhagens. Livro Velho (Vol. nº 1). Horus; Lisboa; 1960.

Livros de Linhagens. Livro Velho (Vol. nº 2). Horus; Lisboa; 1961.

Livros de Linhagens. Livro Velho (Vol. nº 3). Horus; Lisboa; 1962.

Livros de Linhagens. Índice Onomástico (Vol. nº 1). Horus; Lisboa; 1964.

Livros de Linhagens. Índice Onomástico (Vol. nº 2). Horus; Lisboa; 1965.

Logradouros de Miracema. Vol. I. Ricarda Maria Leal Alvim. MPMemória; Miracema; 2006.

Logradouros de Miracema. Vol. II. Ricarda Maria Leal Alvim. MPMemória; Miracema; 2007.

Luiz de Figueiredo Leitão e sua Descendência. Jorge G. Felizardo e Paulo Xavier. Separata da Revista do Museu Júlio de Castilhos e Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul. Imprensa Oficial; Porto Alegre; 1953.

Luiz Lisboa Braga. Dados Biográficos e Episódios de sua Vida. Familiares de Luiz Lisboa Braga. Rio de Janeiro; 1984.

Lutas de Famílias no Brasil. Luiz de Aguiar Costa Pinto. Coleção Brasiliana (volume nº 263). Editora Nacional - INL; 2ª edição; S. Paulo - Brasília; 1980.

etc...