Pesquise neste Blog

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O melaço : sua importância e emprêgo, com especial referência à fermentação e à fabricação de levedura Autor: Hubert Olbrich; Alcides Serzedello Editora: Rio de Janeiro Ed. do Inst. do Açúcar e do Alcool 1960 Açucar Brasil Açucareiro Engenhos Cana Canavial Histórias etc

O melaço : sua importância e emprêgo, com especial referência à fermentação e à fabricação de levedura 

Autor:     Hubert Olbrich; Alcides Serzedello 

Editora:     Rio de Janeiro Ed. do Inst. do Açúcar e do Alcool 

1960 


Brochura original, em bom estado, escasso, não perca.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br












Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

domingo, 13 de novembro de 2016

Radioamadorismo : o ABC do radioamador para o futuro PY, o neófito e o veterano, curso completo. Mundo em seu Lar. Roberto M. Rodrigues Editora: Cejup Manual Handbook PY PX

Radioamadorismo : o ABC do radioamadorismo para o futuro PY, o neófito e o veterano, curso completo. Mundo em seu Lar.

Roberto M. Rodrigues
Editora: Cejup  

Livro usado, brochura, em bom estado, 552 páginas. 

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br












Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

sábado, 12 de novembro de 2016

Arquitetura, Cidade e Natureza Org. Gloria Bayeux Empresa das Artes São Paulo, 1993 Direção Nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil 1993 Conferências: Eduardo Subirats, Lina Bo Bardi, Lúcio Costa. Maurício Andrés Ribeiro. Patrimonio cultural e ambiental. Otilia Beatriz Fiori Arantes. Arquitetura no presente, uma questão de história. João Walter Toscano. Exercício da Profissão de Arquiteto. e mais textos de ... Mauricio Roberto; Antonio Carlos Campelo Costa; Jose Eduardo Ferola; Carlos Dias Comas; Assis Reys; Marcos Konder Neto; Sofia Silva Telles; Edward Rojas; Abrahão Velvu Sanovicz.

Arquitetura, Cidade e Natureza 
Org. Gloria Bayeux
Empresa das Artes São Paulo, 1993

Direção Nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil 1993
 
com 168 páginas, brochura, com diversas imagens ilustrativas, ótimo estado de conservação, escasso.

Conferências:  Eduardo Subirats, Lina Bo Bardi, Lúcio Costa.

Maurício Andrés Ribeiro. Patrimonio cultural e ambiental. 

Otilia Beatriz Fiori Arantes. Arquitetura no presente, uma questão de história.

João Walter Toscano. Exercício da Profissão de Arquiteto.

e mais textos de ...

Mauricio Roberto; Antonio Carlos Campelo Costa; Jose Eduardo Ferola; Carlos Dias Comas; Assis Reys; Marcos Konder Neto; Sofia Silva Telles; Edward Rojas; Abrahão Velvu Sanovicz.


Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br











Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

As Origens do Coronelismo Robinson Cavalcanti UFPE/Universitária 1984



As Origens do Coronelismo: força armada e poder local no estado patrimonial brasileiro.
Robinson Cavalcanti
Editora: UFPE/Universitária
Ano: 1984  

História do Brasil, conflitos sociais, religião, política e sociedade.

Exemplar com dedicatória e autografo, Brochura em bom estado, Livro esgotado, com 189p.,

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br










Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Cálculo Variacional: Cipós e Bolhas de Sabão Aguinaldo Prandini Ricieri Editora: Prandiano Ano: 1993


Cálculo Variacional: Cipós e Bolhas de Sabão Aguinaldo Prandini Ricieri
Editora: Prandiano  Ano: 1993 

Com certeza, o tópico da Matemática mais congruente com a definição de profissional das exatas é o Cálculo Variacional, pois estuda e cataloga as propriedades maximizantes e minimizantes de curvas que são indicadas nos diversos projetos de Engenharia. Do desenho de um frasco de iogurte à construção de uma abóbada de igreja, da propagação do fogo no mato seco à película colorida formada em um arame imerso no sabão, verifica-se o Cálculo Variacional com suas fantásticas explicações. 

O assunto teve origem na história grega com o problema da rainha Dido e ganhou popularidade com o problema da Brachistochrone, enunciado por Jean Bernoulli em 1696 (...um corpo, apenas sob a ação da gravidade, desliza ao longo de uma curva. Qual deverá ser a sua forma para que o tempo de deslocamento entre dois pontos fixos, A e B, seja mínimo?). A solução desse problema, obtida por Newton, Leibniz e outros, mostrou que tal curva era um arco de ciclóide, e não, como muitos pensavam, um segmento de reta. O fato de a curva de menor distância entre dois pontos não ser também a de menor tempo de percurso foi o embrião do Cálculo Variacional. Nem mesmo o enrolar geodésico do cipó (Pyrostegia Venusta) nas árvores escapou de ser estudado pelo Cálculo Variacional . Na busca de um lugar ao sol e de ingredientes nutritivos, esse vegetal cresce no caule das árvores minimizando a distância e maximizando sua fixação (hélice cilíndrica), como excelente parasita que é. 

Com Euler (Curvarum Maximi Minimive Proprietate) em 1741 e Lagrange (Mécanique Analytique) em 1788 o Cálculo Variacional ganhou a devida maturidade científica. Relacionando forma e energia, essa disciplina, agora independente do Cálculo Diferencial e Integral, induziu os físicos a uma lei maior: a natureza (phýsis), com suas ações, só faz otimizar o todo minimizando ou maximizando suas partes. Cálculo Variacional, Cipós e Bolhas de Sabão é um livro superlegal, que foi escrito pensando exclusivamente em maximizar o número de leitores que possam entender essa bela e útil teoria.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br










Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Universo Holográfico Quantica Fisica Reencarnação Matrix Elo Filosofia Mente












MICHAEL TALBOT   
UNIVERSO HOLOGRÁFICO   
Editora: BEST SELLER   
Ano: 1991   
Páginas:390   

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO,coda13-x3,ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.   UM CLÁSSICO SOBRE O ASSUNTO, HÁ MUITO ESGOTADO.   

Uma perturbadora concepção da realidade como um holograma gigante gerado pela mente. 383 Páginas   SAIBA MAIS ...    

SEGUNDO O AUTOR, O UNIVERSO NÃO PASSARIA DE UM HOLOGRAMA GIGANTESCO, OU SEJA, UMA REPRODUÇÃO TRIDIMENSIONAL DE IMAGENS GERADAS POR LASER.   ESTE NOVO MODO DE ENCARAR A REALIDADE CONQUISTOU UM GRANDE NÚMERO DE ADEPTOS NO MEIO CIENTÍFICO E AINDA EXPLICARIA FENOMENOS COMO TELEPATIA, EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO, OS MISTÉRIOS DA MORTE ENTRE OUTROS ASSUNTOS QUE O HOMEM MUITAS VEZES NÃO TEM COMO EXPLICAR...    

Um pensador contemporâneo (Frederick West.....) assinala as declarações de alguns cientistas afirmando que 'o homem é uma imagem, toda experiência é temporária e ilusória, e este universo é uma sombra', parecem estar sendo comprovadas pela ciência em nossos dias. Para melhor captar este segredo por trás da matéria, devemos nos relembrar de como captamos a informação da realidade que nos prove com a mais extensa informação de nosso mundo exterior.   

Se o que chamamos de realidade na verdade são sinais elétrico recebidos pelos sentidos e interpretados pelo cérebro, o cérebro em sí tambem é uma interpretação de algo, mas não de sí próprio, pois este fica hermeticamente trancado em uma caixa preta sem luz, sem receber qualquer estímulo externo de sí.   

Se ele é o que o interpreta o 'mundo externo', quem O interpreta?  Ele necessita de um observador externo.  Quem então é o Observador?  Quem é aquele que percebe o que o cérebro percebe?  Uma nova e impressionante visão da realidade.  Mente e corpo.  Espaço e tempo.   

Com notas e referências bibliograficas do autor para aqueles que queiram aprofundar-se ou descobrir essa toda peculiar concepção de mundo que nos é dada contemporaneamente.    livro em bom estado, brochura, saiba mais.Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br










Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Luz: poesias de duas 1918 Poeta Poesia Bahiana Bahia Nordeste Autografado, Rara 1ª edição.

Altamirando Requião
Luz: poesias de duas
1918

brochura, com retrato, escasso,cod9b-x6, não perca, saiba mais....

A obra muito foi bem recebida pela crítica e recebeu comentários favoráveis de personalidades como João Grave e Monteiro Lobato. 

A poesia de Altamirando Requião é tipicamente pré-modernista, com heranças românticas e alguns laivos de simbolismo. 

Embora marcado pelo passado, teve olhos para ver a nova poética que surgia no país. Antes que aparecesse, em 1928, o movimento Arco & Flexa já acompanhava de perto as manifestações de modernidade na poesia brasileira.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br










Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Sua Farmácia e Sua História 1848-1982 Beneficiência Portuguesa do Rio de Janeiro Ano: 1984



Sua Farmácia e Sua História 1848-1982 Beneficiência Portuguesa do Rio de Janeiro  
Ano: 1984

História desta Farmácia desde Hermenegildo Antonio Pinto até Manoel Lino Costa. Repleto de imagens. Livro em bom estado de conservação; com 417 páginas, coda9b-6x, escasso, não perca, saiba mais ...

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br









Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

ÍNDIOS GRAU DE INTEGRAÇÃO NA COMUNIDADE NACIONAL, GRUPO LINGUÍSTICO, LOCALIZAÇÃO. JOSÉ M. GAMA MALCHER









ÍNDIOS GRAU DE INTEGRAÇÃO NA COMUNIDADE NACIONAL, GRUPO LINGUÍSTICO, LOCALIZAÇÃO. 

JOSÉ M. GAMA MALCHER  

Premeira edição deste importante ensaio sobre os indigenas do Brasil, prefácio de Heloísa Alberto Tôrres, numerosas ilustrações em branco e preto, grande carta etnografica do Brasil em cores, desenhado por Ivan Silva e Rubens Auto,   

Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura / Conselho Nacional de Proteção aos Índios, Publicação nº 1, 1964.  Depto Imprensa Nacional.

265 pp. ; dezenas de pranchas com fotos, alguns desenhos no texto e 1 grande mapa desdobrável.



ENCADERNADO CAPAS ORIGINAIS, MIOLO EM ÓTIMO ESTADO.

Assuntos: ÁREAS CULTURAIS, ÁREAS GEOGRÁFICAS, GRUPOS LINGUÍSTICOS ÍNDIOS BRASILEIROS, DESIGNAÇÕES TRIBAIS, 

ACOMPANHA MAPA ETNOGRÁFICO DO BRASIL, ORGANIZADO POR JOSÉ M. GAMA MALCHER, 1961 ÁREAS CULTURAIS ÍNDIGENAS, CLASSIFICAÇÃO DE EDUARDO GALVÃO CLASSIFICAÇÃO EM CATEGORIAS, SEGUNDO A ADOTADA POR DARCY RIBEIRO DESIGNAÇÕES TRIBAIS, DE ACORDO COM A CONVENÇÃO PARA A GRAFIA DE ETNÔMIOS, PROPOSTA À 

"PRIMEIRA REUNIÃO DE ANTROPOLOGIA", 

REALIZADA EM 1953. CLASSIFICAÇÃO DE GRUPOS LINGUÍSTICOS, SEGUNDO TRABALHOS DE CHESTMIR LOUKOTKA E NORMAN MCQUOWN

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática. Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.   


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br








Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.