Pesquise neste Blog

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

LÓGICA DO DESCOBRIMENTO MATEMÁTICO - PROVAS E REFUTAÇÕES IMRE LAKATOS zahar 1978 212 p.

LÓGICA DO DESCOBRIMENTO MATEMÁTICO - PROVAS E REFUTAÇÕES 

IMRE LAKATOS 

zahar 1978 212 p. 

LIVRO EM ÓTIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA ORIGINAL, ESGOTADO HÁ DÉCADAS.ORGANIZADO POR JOHN WORRAL E ELIE ZAHAR.

" CAMPO FECUNDO PARA A CRIATIVIDADE INESGOTÁVEL, A MATEMÁTICA É O DOMÍNIO POR EXCELÊNCIA ONDE SE AFIRMA O SER RACIONAL[...] MELHOR PROVA ...


Brochura, livro usado, bom estado, escasso,  não perca, saiba mais.

Toda (des)construção do pensar sobre a educação provoca um novo crer sobre o ensinar a matemática desencadeando um novo processo de reflexão. 

“A lógica do descobrimento matemático: provas e refutações”, de Lakatos, apresenta um pen- samento revolucionário de uma forma inovadora e, indubitavelmente, passível de contestações, dada a sua falibilidade e devido ao seu caráter de desprezo ao formalismo. 

Toda a estrutura e o formalismo da matemática são colocados à prova, mas “provas não comprovam” e, assim, baseando-se no “aprender com o erro”, na “arte da procura” e atribuindo um papel essencial à busca e não ao fim do processo de ensinar e aprender, a matemática tem uma revolução na sua concepção e sua validade ou não pode ser provisória. “Colombo não chegou à Índia, mas descobriu coisa muito interessante.” 

A metáfora utilizada por Lakatos produz um pensar sobre o processo de ensino e aprendizagem como um fator de crescimento constante, capaz de transformar as relações entre os sujeitos. 

Nesse espaço, as manifestações de poder e saber estão presentes a todo tempo, se deslocam num vai-e-vem, do professor para o aluno, do aluno para o professor, (des)estabilizando o caminho, mas fossilizando o saber, neste espaço o texto tem leitura. 
Simultaneamente, a toda essa “segurança filosófica”, aparece a preocupação com a abdicação da matemática pela matemática que foi desenvolvida no decorrer do tempo, possuidora de uma beleza própria capaz de fascinar alguns alunos, (des)estruturando essas verdades. 

Será este o caminho certo? As indagações produzidas por estes escritos conduzem o olhar para o sujeito-professor, não como o salvador da humanidade, mas como um sujeito capaz de analisar as imposições, equilibrar a razão, minimizar as distâncias, possibilitar a origi- nalidade naquilo que “escapa”, trazer à tona o que está apagado, articular o poder para a promoção do saber; um ser capaz de refletir sobre as suas verdades e as verdades dos outros. 



Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto. 

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.  

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.  
Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.  

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.   
Todos os pedidos são enviados com seguro.  

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário