Pesquise neste Blog

sábado, 2 de abril de 2011

O Livro das Leis de Vayu Cedaior Martinismo ocultismo Theodore Reuss Crowley Ilha de Pascoa Thelema








O Livro das Leis de Vayu


Autor Cedaior

ano: 1989

Ocultismo e religiões diversas, Brochura, livro em bom estado de conservacao.


Igreja Expectante, que tem raízes na Igreja Gnóstica de Jules Doinel.

Edição de 1987 um edição numa limitada tiragem de exemplares, graças a uma iniciativa conjunta dos membros da Igreja Expectante e da OSA - Ordem dos Sarva Swamis, ficando limitado aos membros destas instituições.

Origens da Família Pré-Olímpica
Horóscopo da Sexta Sub-Raça Ária
Os Egos que compõem a Família Olímpica Ária
O Heptálogo de VAYU
Condições para os Egos Primogênitos
Condições para os Egos Profiliados
Sobre a "Unidade da Vida"
Sobre as Hierarquias
A Liquidação Cármica
Divisão do Tempo
Divisão do Tempo ou Lei Cabalística da Evolução Humana
As Sete Consagrações
Evolução Veicular
Como se iniciou o Ensinamento de VAYU - O Quarto Raio
Visões Akásicas – 1ª Raça – 2ª Raça – 3ª Raça – 4ª Raça
Indicando Evolução Planetária
Última Oração!
Símbolo de Mercúrio
Leis da Reencarnação
O Pacto do CHRISTO, O Primogênito, com seus Filhos Olímpicos
Último Evangelho de São João, o Apóstolo, Que é Cedaior, Patriarca Pré-Olímpico
Quadro das Hierarquias segundo Cedaior
As Hierarquias
A Evolução Lunar. O Planeta Eros
Diagrama da Evolução da Forma Veicular
A Quarta Noite Cósmica
O Cosmos no Solene dia 11 de janeiro de 1910 às 11 a.m.
A Segunda Fase
A Ilha de Vayu ou de Páscoa
A Cadeia Andina
A Astrogênese
O Caso 224
Astrogênese Animal
Diagrama da Evolução 4ª Ronda





Por volta de 1916, Cedaior, o futuro marido de Emma, publicou o "Livro das Leis de Vayu", livro que chegou ao conhecimento de Ida Hoffmann através de seu amigo Roso de Luna. Assim, eles passaram a manter correspondência de 1916 a 1923 quando enfim se conheceram.

Cedaior, ou melhor Albert Raymond Costet, Conde de Mascheville, nasceu em 1º de setembro de
1872, em Valence, na França. Era Esoterista, músico e escritor. Entre uma longa biografia mística, Cedaior foi amigo pessoal de Oswald Wirth, assim como foi iniciado pelas mãos do próprio Papus.

Ele é considerado o "Pai do Martinismo no Brasil".

Em 26 de Fevereiro 1910, Cedaior junto com sua primeira esposa e seu filho Jehel, foi para Buenos Aires, na Argentina. E foi morando na Argentina que ele manteve correspondência com Ida
Hoffmann que no momento estava na Europa. Tudo tramava para que anos mais tarde todos se
encontrassem todos no Brasil.

Em janeiro de 1916, o Monte Verità recebeu uma visita ilustre, era Theodore Reuss, que na época
adotava o nome mágico de Frater Merlim Peregrinus, e que lá concentrou por um curto período
todas as suas atividades e da O.T.O., ou Irmandade Hermética da Luz, como ficou conhecida na
época, fundando ali a "Grande Loja Anacional e Templo Místico" da O.T.O., batizada como Loja
"Verita Mistica" (VM).
Nesta época a O.T.O. sob a liderança de Reuss já sofria algumas influências de Crowley. A O.T.O. sob a liderança de Reuss já possuía ritos de Magia Sexual, a diferença é que...



"Colônia Olímpica". Olímpica porque se referia à Sexta Raça-raiz, da Criança da Luz, a raça da Novo Era, segundo a filosofia do "Cristianismo Esotérico" de Cedaior. Daí dá para se concluir que a Igreja "Expectante" de Cedaior tem como característica a espera e observância do advento desta Criança da Luz...

Nenhum comentário:

Postar um comentário