Pesquise neste Blog

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Godel, Escher, Bach: um entrelaçamento de Gênios Brilhantes Douglas R. Hofstadter Editora: Imprensa Oficial SP 2001

Godel, Escher, Bach: um entrelaçamento de Gênios Brilhantes


Douglas R. Hofstadter


Editora: Imprensa Oficial SP

2001



livro em bom estado de conservação, escasso, não perca, saiba mais...

Um verdadeiro best-seller, nos Estados Unidos, onde recebeu os prêmios Pulitzer e American Book Award, em 1980. É uma obra de arte escrita por um cientista, que revela surpreendentes paralelismos entre a música de Johann Sebastian Bach, os desenhos de M. C. Escher e o famoso teorema do matemático Kurt Gödel. É uma leitura fascinante, que não deve atemorizar os não iniciados nos segredos da música clássica, do desenho ou da matemática.




À clássica pergunta sobre o que levar para uma ilha deserta a resposta só poderia ser o inacreditável Gödel, Escher, Bach, o livro mais inteligente e original relacionado com a Cultura Científica - mesmo algo datado pelo seu quarto de século.

Mostra-se como o Teorema de Gödel (sobre cujo nascimento, a propósito, se celebra em 2006 um século), a arte de Escher, a música de Bach, - no fundo a Ciência e a Arte - são estruturalmente semelhantes, ao entrelaçar de forma estranha diferentes níveis de significado sobre si próprios.

Cada capítulo é seguido por um diálogo metafórico entre Aquiles, a Tartaruga e outros personagens míticos; os próprios diálogos estão estranhamente entrelaçados com os temas principais, e têm níveis de significado ocultos. O resultado é um hino ímpar à cultura científica. E à inteligência!

A célebre obra de Douglas R. Hofstadter, "Gödel, Escher, Bach", reconhecida unanimemente e considerada uma das obras-primas da escrita científica do século XX.

Centenas de páginas que retratam a epopeia de cientistas, matemáticos, filósofos e artistas na busca do entendimento da génese da vida e da estrutura do pensamento humano, que combina diálogos metafóricos com a discussão de temas de Johann Sebastian Bach ou gravuras de Escher, que reflecte sobre a lógica contemporânea ou os problemas da computação.



GEB é um livro difícil de caracterizar porque foca muitos e heterogéneos tópicos e é quase impossível localizar o núcleo central. Entre outros GEB fala de fugas e cânones, lógica e verdade, geometria, recorrência, estruturas sintácticas, a natureza do significado, budismo zen, paradoxos, cérebro e mente,reducionismo e holismo, colónias de formigas, conceitos e representações mentais, tradução, computadores e suas linguagens, ADN, proteínas, o código genético, inteligência artificial, criatividade, consciência e livre arbítrio, arte, música, etc.


Especialidades ligadas ao GEB: Matemática, Sistemas Formais, Lógica, Teoria dos Números e Isomorfismos, Teoria da Computação, Inteligência Artificial, Linguagem de programação e Recursividade, Tipografia e Linguística (Sintaxe e Semântica), Fugas, Contrapontos e Formas musicais, Neurociências e Ciências Cognitivas (Consciência e Mente), Genética e Biologia Molecular, Livre Arbítrio vs. Determinismo, Holismo vs. Reducionismo, Auto-referência, auto-organização, auto-reprodução e auto-replicação, Semiótica, Paradoxos e Zen



Imperdível.

6 comentários:

  1. Bom dia. O livro ainda está à venda? Se sim, qual o valor?

    ResponderExcluir
  2. Também tenho interesse em comprar.

    ResponderExcluir
  3. Há algum exemplar ainda? Tenho interesse em adquirir.

    ResponderExcluir
  4. Há algum exemplar ainda? Tenho interesse em adquirir.

    ResponderExcluir