Pesquise neste Blog

sexta-feira, 18 de março de 2011

HISTÓRIA DA MENTE - EVOLUÇÃO E A GENESE CONSCIÊNCIA Nicholas Humphrey filosofia posmodernismo da mente cognitiva ciencia epistemologia matrix etc


HISTÓRIA DA MENTE - EVOLUÇÃO E A GENESE CONSCIÊNCIA

Nicholas Humphrey


CAMPUS ELSEVIER

Livro em bom estado de conservação, capa brochura, escasso, não perca, saiba mais, Páginas:276 coda17b-x5,a18,in psico....


Da "dor fantasma" dos que perderam membros do corpo até a estranha faculdade de "visão cega" (visão inconsciente), o autor Nicholas Humphrey mostra como funcionam nossas mentes. E mostra como a consciência sensorial pode ter se desenvolvido a partir das reações de dor e prazer de nossos primitivas ancestrais. "Sinto, logo existo" acredita Humphrey.


O que é a consciência?
Por que ela se desenvolve no homem e por que ela evoluiu?

Dirigindo um caminho único, que começa no Haiti e continua até os vulcões Virunga, terra do Dian Fossey Gorilla- Nicholas Humphrey recupera neste livro questões antigas e pretende transcender as teorias tradicionais sobre a evolução da mente humana, entrando em uma nova hipótese de que os problemas fundamentais dos seres humanos são sociais, o que coloca a vida em grupo que nos obriga a atuar como "psicólogos natural" e sempre nos pergunta sobre os pensamentos, desejos e comportamentos daqueles que nos rodeiam.

A consciência seria então a resposta para os problemas enfrentados nos a compreender os outros: o olhar em que nos permite arriscar em nossa própria psicologia e, portanto, no outro.





Muito se discute na área de informação a sua condição de mediadora do conhecimento. O destino da informação como sendo uma ação de conhecimento em uma consciência sensível.

O ritual de passagem de uma estrutura de informação do seu agente emissor, para o receptor é um acontecimento admirável, pois se relaciona à solidão fundamental do todo ser humano.

O momento e sua intencionalidade aparecem como um atributo de vontade de uma mensagem ao ser propositadamente direcionada, ao ser arbitrária, para atingir o seu destino.

Todo ato de conhecimento associado a um conteúdo simbólico é uma cerimônia com ritos próprios, uma passagem mediada por uma condição de solidão fundamental tanto para o emissor, quanto para o receptor da informação. A esta produção de conhecimento para o receptor chamamos, em ciência da informação, a assimilação ou apropriação da informação.

Em seu livro, Humphrey propõe uma teoria nova e radical explorando a percepção/assimilação como tendo um estágio anterior, o da sensação, que explicaria a subjetividade e a individualidade do fenômeno informação e conhecimento. A percepção de uma rosa seria, assim, totalmente modificada pela sensação que cada um de nós tem ao perceber a flor.

"Todas as sensações estão implicitamente localizadas no limite espacial entre o eu e o não eu, e no limite temporal entre o passado e o futuro, ou seja no presente", diz Humphrey em seu livro.

Também Hanna Arendt, no seu livro de 1961, afirmava que as cadeias da consciência, da percepção, estariam em um ponto imaginário do presente entre o passado e o futuro.

Os filósofos do ciberespaço afirmam que o tempo real, no entorno de zero, elimina o passado e o futuro, sendo o presente a única dimensão do tempo na apropriação da informação.

A sensação precedendo a percepção e a assimilação da informação reforça a individualidade do conhecimento quando apropriado pela mente de cada individuo.

Falar, pois, em "gestão do conhecimento", como uma identidade teórica em ciência da informação, é como aviltar este momento de passagem, uma afirmação tola, um despautério.

Aliás, Eric Berkman, em seu artigo "Quando coisas ruins acontecem a boas idéias", mostra as razões do infortúnio do termo, a principal delas sendo o envolvimento de seus profissionais em procedimentos técnicos questionáveis.



Por todas estas razões o livro de Nicholas Humphrey é bastante recomendável para quem acredita que a informação se relaciona ao conhecimento e que este é o seu destino final e, assim, parte dos objetivos da área de ciência da informação.

Trata-se de um grande clássico de caráter universal primordial para a educação. Possui texto de fácil entendimento que estimula o leitor a pensar e refletir sobre o tema proposto.

Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Esta Página visa contribuir, com a localização de livros escassos, aos estudiosos das diversas ciências e áreas de estudo ou mesmo hobbies. Sobretudo as publicações já fora de comércio, antigas, esgotadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário