Pesquise neste Blog

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Trucs de Magia Selecionados J. Peixoto - arte magica magia ilusionismo prestidigitação truques ventriloquia ventriloquismo

Trucs de Magia Selecionados

J. Peixoto

editora: Empresa Brasileira.

ano: 1946

bom estado, ilustrado, coda1-x4, com 523 páginas e divididos em 6 capítulos como se vê a seguir:

Trucs e Magia Selecionados
Trucs de Bolso
A Magia e o Charlatanismo
Humorismo na Magia
A Ventriloquia
O Ilusionismo

É o terceiro livro que J. Peixoto, o precursor da Arte Mágica no Brasil escreveu.

Contém 523 páginas com mais de 400 desenhos e centenas de mágicas de grande valor técnico e artístico.

Escolhido e farto repertório de sortes clássicas e modernas para teatros, "boites", cassinos, clubes, circos, eventos, etc. Que podem ser apresentadas como grandes atrações, empregando apenas materiais leves e de fácil condução. Para os grandes espetáculos, explicando com clareza a maneira de construir.

Na primeira parte deste trabalho, encontrará o leitor estudioso, a "arte de enganar", conselhos gerais sobre a magia simulada e informações interessantes e de iteresse geral.

Histórias sobre os amadores e profissionais do Brasil e do estrangeiro.
Muitas experiências serão reservadas a amadores e profissionais, que já tenham conhecimentos preliminares de magia simulada.

A segunda parte deste trabalho, os leitores vão encontrar experiências complementares.

Trata-se de um grande clássico de caráter universal primordial para a educação.
Possui texto de fácil entendimento que estimula o leitor a pensar e refletir sobre o tema proposto.

Em 6 de setembro de 1946 falecia em São Paulo, no Brasil, um dos mais
importantes pilares das artes mágicas no paàs: João Peixoto dos Santos. Nascido
em Formiga, no Estado de Minas Gerais, em 17 de maio de 1879, J. Peixoto
residia em São Paulo desde 1910, época em que se iniciou no mundo da mágica.

J. Peixoto era perito contador, mas a carga de trabalho profissional não foi suficiente para
esgotar o dinamismo que o transformou no maior propulsor das artes mágicas no Brasil.
Homem culto, fraterno e generoso, era querido e respeitado por mágicos de vários
paàses, com os quais mantinha intercâmbios de informações e de material. Fez
tantos amigos pelo mundo que veio a constituir uma maravilhosa coleção de
fotografias de mágicos, cartazes promocionais, programas de espetáculos, livros,
revistas e boletins em diversos idiomas.


J. Peixoto era incansável. Seu contato com as maiores expressões do ilusionismo
mundial o mantinha atualizado sobre o que havia de melhor e mais moderno. Fabricava
aparelhos mágicos, inclusive de grande porte, e importava as novidades, especialmente
da Alemanha e da França. Abriu uma loja especializada que conquistou a admiração
dos melhores mágicos da época. Em 1916, seu catálogo, com mais de cem
ilustrações, oferecia cerca de 360 produtos.

Acredita-se que a primeira publicação especializada em artes mágicas no Brasil
foi O Propagandista - Jornal do Farcista, lançado por J. Peixoto em 1916.
O periódico divulgava os seus produtos mágicos, dava orientações aos colegas
artistas e esporadicamente tentava desmascarar falsos médiuns e fenômenos
paranormais. Na edição nº 4, de junho de 1916, J. Peixoto atacava o "charlatanismo"
dos médiuns Carmine Mirabelli (Brasil) e Carancini, que atuava na França.

Segundo o Prof. Karmelys, que foi discàpulo de J. Peixoto, este se esforçou muito
para que fosse formada, em 1918, a Associação dos Artistas Prestidigitadores e
para manter seu jornal O Prestidigitador. De 1921 a 1926 editou mensalmente o
Boletim Mágico, órgão de divulgação do Càrculo Mágico Internacional.

J. Peixoto escreveu numerosos artigos e deixou para a posteridade livros
magnàficos. Em 1920 escreveu A Prestidigitação Revelada, em parceria com
Correia Pereira. A obra se esgotou rapidamente. Em 1926 lançou o Curso de
Prestidigitação e Transmissão do Pensamento, no qual inseriu muitas
experiências originais.

Mais tarde editou uma coleção em três volumes que
se consolidou como um verdadeiro trabalho enciclopédico:
Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo (1937);
Curso Prático de Prestidigitação e Ilusionismo (1943);
Truques de Magia Selecionados (1946).

Em 1982 foi criado em São Paulo o Museu Arte Mágica Ilusionismo
"João Peixoto dos Santos" em homenagem ao notável pioneiro. O acervo
do museu documenta a história internacional da mágica entre 1888 e 1969.

Referência:
O centenário de João Peixoto dos Santos - em O Coelhinho Mágico - Ano V - nºs 21/23 - São Paulo, Brasil - 1979



Temos disponibilidade de outros volumes sobre o mesmo assunto.

philolibrorum@yahoo.com.br

Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto.
Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Um comentário: