Pesquise neste Blog

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Reich Fala de Freud. Mary Higgins e Chester Raphael.

Reich Fala de Freud

Mary Higgins e Chester Raphael

editora: Moraes

1979

brochura, bom estado. escasso, não perca.

"Dr. Reich, gostaria de interrogá-lo acerca do movimento de higiene mental no qual desempenhou um papel tão importante. Penso mesmo que lhe deu origem"

"Não, não dei origem à idéia do movimento de higiene mental ou ao fato dos movimentos de higiene mental. A única coisa que eu de fato introduzi foi o problema da prevenção das neuroses de massas. Há muito tempo que havia um movimento de higiene mental, mas o reconhecimento das neuroses como um problema social, neuroses de massas, foi o que introduzi no movimento de higiene mental."

"Quando fui para Berlim, discursei em reuniões de massa perto de – não sei – quatro ou cinco vezes por semana. Tive reuniões com duas e três mil pessoas. Havia reuniões em que padres católicos tinham que responder a perguntas sobre problemas de higiene mental, etc. Era extraordinário. Não havia movimento organizado em Viena, mas em Berlim havia cerca de cinqüenta mil pessoas na minha organização no primeiro ano"

"quero que compreenda que a terapia individual não vale a pena. Não vale a pena. Ah, sim, para fazer dinheiro e ajudar aqui e ali, vale a pena. Mas do ponto de vista do problema social, do problema da higiene mental, não vale a pena [...] Só as crianças valem a pena. É necessário recuar até o protoplasma não afetado"

Nenhum comentário:

Postar um comentário