Pesquise neste Blog

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Culturas Híbridas Nestor Garcia Canclini antropologia filosofia posmodernismo massa sociologia história




Culturas Híbridas

Nestor Canclini

Coleção: Coleção Ensios Latino Americanos

Editora: EDUSP

Ano: 2000



Livro em bom estado de conservação, capa brochura, Nº de páginas: 392, Medidas: 16 x 23, ilustrações: Fotografias em cores e em p&b.escasso, não perca, saiba mais ....

Trata-se de um grande clássico de caráter universal primordial para a educação. Possui texto de fácil entendimento que estimula o leitor a pensar e refletir sobre o tema proposto.


Como entender o encontro do artesanato indígena com catálogos de arte de vanguarda sobre a mesa da televisão?

Em busca de uma resposta a essa indagação emblemática, Néstor Canclini analisa a cultura nos países da América Latina levando em conta a complexidade de relações que a configuram na atualidade - as tradições culturais coexistem com a modernidade que ainda não terminou de chegar por aqui.

Neste livro, são apresentadas suas reflexões sobre o fenômeno da hibridação cultural nos países latino-americanos, procurando compreender o intenso diálogo entre a cultura erudita, a popular e a de massas, e sua inserção no cenário mundial.

Para empreender a análise, Canclini lança mão de uma abordagem interdisciplinar e de um tratamento intercultural do tema, cumprindo sua tarefa com notável desenvoltura.

Néstor Canclini propõe um interessante caminho de reflexão sobre o fenômeno da 'hibridação' cultural nos países latino-americanos.



Inclui notas ao pé da página, bibliografia e índice analítico. Como entender o encontro do artesanato indígena com catálogos de arte de vanguarda sobre a mesa da televisão? em busca de uma resposta a essa indagação emblemática, néstor canclini analisa a cultura nos países da américa latina levando em conta a complexidade de relações que a configuram na atualidade: as tradições culturais coexistem com a modernidade que ainda “não terminou de chegar” por aqui.

Neste livro, são apresentadas suas reflexões sobre o fenômeno da hibridação cultural nos países latino-americanos, procurando compreender o intenso diálogo entre a cultura erudita, a popular e a de massas, e sua inserção no cenário mundial.

Para empreender a análise, canclini lança mão de uma abordagem interdisciplinar e de um tratamento intercultural do tema, cumprindo sua tarefa com notável desenvoltura. néstor canclini propõe um interessante caminho de reflexão sobre o fenômeno da “hibridação” cultural nos países latino-americanos.



Canclini propõe então restringir o uso do termo cultura para: A produção de fenômenos que contribuem, mediante a representação ou reelaboração simbólica das estruturas materiais, para a compreensão, reprodução ou transformação do sistema social, ou seja, a cultura diz respeito a todas as práticas e instituições dedicadas à administração, renovação e reestruturação do sentido.

Ainda fazendo a crítica dos conceitos de cultura, Canclini se opõe as conceituações de inclinação idealista, que a vê apenas como ligada ao campo das crenças, dos valores e das idéias....

Canclini afirma que sua proposição de conceituação de cultura não se encaminha no sentido de identificar o cultural com o ideal, nem o de material com social, nem sequer imagina a possibilidade de analisar esses níveis de maneira separada.


Antes pelo contrário pois os processos ideais (de representação e reelaboração simbólica) remetem a estruturas mentais, a operações de reprodução ou transformação social, a práticas e instituições que, por mais que se ocupem da cultura, implicam uma certa materialidade. E não só isso: não existe produção de sentido que não esteja inserida em estruturas materiais...



-----------

Néstor García Canclini (La Plata, Argentina, 1939) é um antropólogo argentino contemporâneo.

O foco de seu trabalho é a pós-modernidade e a cultura a partir de ponto de vista latino-americano. É considerado um dos maiores investigadores em comunicação, cultura e sociologia da América Latina.


Estudou Filosofia e concluiu o doutorado em 1975 na Universidade Nacional da Prata. Três anos depois, concluiu o doutorado na Universidade de Paris.

Atuou como docente nas universidades da Prata (1966-1975) e Buenos Aires (1974-1975).

Foi também professor nas universidades de Stanford, Austin, Barcelona e São Paulo[2].

É professor desde 1990 da Universidad Autónoma Metropolitana no México, onde está radicado[3].
[editar] Linha de trabalho

Um de seus livros lançados no Brasil com o título Culturas Híbridas: Estratégias para Entrar e Sair da Modernidade abriu uma nova linha para estudos culturais no continente[2].

Outro deles, Consumidores e Cidadãos(1995), propôs a politização do consumo e rompeu a forma tradicional de analisar hábitos televisivos[2].

É autor de estudos culturais interdisciplinares, ou seja, a cultura ou as culturas, bem como as suas interações, convergências e choques[3].

Estudioso da globalização e das mudanças culturais na América Latina, seu trabalho é marcado pela análise e as mesclas entre culturas, etnias, referências midiáticas, populares e tradicionais.

------------


Temos condição de conseguir muitos outros títulos sobre o assunto.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via e-mail e número de postagem para acompanhamento da entrega.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

Todos os pedidos são enviados com seguro.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Esta Página visa contribuir, com a localização de livros escassos, aos estudiosos das diversas ciências e áreas de estudo ou mesmo hobbies. Sobretudo as publicações já fora de comércio, antigas, esgotadas. Vendemos via Mercadolivre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário