Pesquise neste Blog

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Dinâmica Da Contra Revolução Europa 1870-1956 Arno J Mayer




Dinâmica Da Contra Revolução Europa 1870-1956 Arno J Mayer

Autor : Arno J. Mayer

Título : Dinâmica da Contra-Revolução na Europa 1870-1956. Uma Estrutura analítica

Editora : Paz e Terra

Ano : 1971


Comentário : Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.

A análise realizada em A Dinâmica da Contra-Verção na Europa,de Arno J. Mayer, Demonstra que aceitar a realidade histórica de uma revolução é aceitar a realidade histórica da Contra- Revolução. As duas estão simbolicamente relacionadas uma com a outra....


Arno Mayer, em seu livro Dinâmica da contra-revolução na Europa, analisa o conservadorismo europeu no período compreendido ente o final do século XIX e a primeiras metade do XX a partir da detecção de três tipos característicos de posições conservadoras. O pensamento anti-revolucionário, pois, divide-se em grupos: reacionários – que negam a inovação, porém no nível do teórico, de uma forma passiva –, contra-revolucionários – que são os ativistas radicais que tentam minar as ações revolucionárias para que se retorne à estrutura anterior, à tradição – e os grupos conservadores propriamente ditos que aceitam inovações desde que de forma reformadora, sem rupturas, adotando um caráter mais conciliatório.

Em sua análise do conservadorismo, MAYER destaca a falta de criatividade dos grupos conservadores que, em geral, utilizam projetos idealizados pela oposição. Embora esta seja uma característica conservadora, não podemos considerar que o partido conservador imperial agisse desta forma. De fato, o grupo absorvia, dos discursos no Senado e na Câmara, os anseios da sociedade política e, por terem grande trânsito frente às elites econômicas, colocavam-nos em prática. Porém as mudanças eram propostas de forma a conciliar modificações suaves à tradição, ocorrendo uma série de mudanças sutis na administração imperial, que sempre objetivavam a reforma: almejava-se a construção de uma civilização brasileira que tivesse à frente o ideário “conservantista”. Não havendo um distanciamento deste caminho, concessões poderiam acontecer....

Nenhum comentário:

Postar um comentário