Pesquise neste Blog

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Praieiros - Janna e Joel Xavier Marques Livraria Catilina Romualdo dos Santos Bahia - Livreiro Editor. Bahia. (1910)




Praieiros - Janna e Joel

Xavier Marques

Livraria Catilina
de Romualdo dos Santos Bahia - Livreiro Editor.
6, Rua Santos Dumont, 6. Bahia.

(1910)

livro em bom estado de conservação, escassa edição especialmente impressa em Paris na Typographie L. Jablonski, contém um histórico e precioso extrato de publicações antigas da célebre e secular Editora bahiana Catilina, não perca, saiba mais ....


Francisco Xavier Ferreira Marques (Itaparica, 3 de dezembro de 1861 — Salvador, 30 de outubro de 1942) foi um jornalista, político, romancista, poeta e ensaísta brasileiro.

Foi eleito em 24 de julho de 1919 para a cadeira 28 da Academia Brasileira de Letras.
[editar] Biografia

Iniciou seus estudos na ilha de Itaparica, mas em pouco tempo se transferiu para Salvador. Matriculou-se no colégio do cônego Francisco Bernardino de Sousa. Em pouco tempo já estaria empenhado no jornalismo, atividade que muito lhe satisfazia. Interrompeu, porém, quando de seu segundo mandato legislativo. O primeiro foi de deputado estadual, de 1915 a 1921; e o segundo de deputado federal, de 1921 a 1924.

Outra paixão de sua vida foi a literatura. O romance de estréia foi Boto e companhia (1897). A este seguiu-se a novela "Jana e Joel" (1899), aclamada pela crítica como sua obra mais interessante.

Assim como a poética de Arthur de Salles, seu amigo, a ficção de Xavier Marques tem grande influência dos temas praieiros, e é das mais representativas do regionalismo brasileiro.

Foi premiado pela Academia Brasileira de Letras, em 1910, pelo romance Sargento Pedro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário