Pesquise neste Blog

terça-feira, 21 de setembro de 2010

História da Educação no Renascimento Rui Afonso Da Costa Nunes renascimento filosofia pedagogia









História da Educação no Renascimento

Rui Afonso Da Costa Nunes

Edusp EPU

1980

livro em bom estado de conservação, brochura original, 1ª Edição, com linda capa brochura preservada.

com indice onomastico,
com indice analitico,
com extensa bibliografia temática.

Nesta História da educação no Renascimento temos a satisfação de deparar com uma apresentação magistral da educação renascentista que, sobre ser tratada cinzeladamente nas suas feições típicas, é examinada desde o início na sua conexão profunda e ininterrupta com a Idade Média, em cujo seio germinaram as sementes do humanismo renascentista.

Nessa linha estudam-se com proficiência em capítulos da Primeira Parte os temas: as conseqüências da Peste Negra para a educação; o humanismo renascentista; o novo ideal da educação; a polêmica sobre o estudo dos clássicos e contra a Idade Média; as escolas dos humanistas; as universidades e os colégios; varia paedagogica; as utopias educacionais; as doutrinas pedagógicas; religião e educação.

A Segunda Parte é consagrada ao estudo dos educadores renascentistas e, talvez, até mesmo em obras congêneres estrangeiras não se ache um elenco tão vasto e preciso das figuras européias mais salientes na atividade educacional do Renascimento.


Ruy Afonso da Costa Nunes, professor aposentado de Filosofia e História da Educação da USP e autor de uma extensa e documentada História da Educação, sempre com base nos textos originais dos grandes educadores.

“Endosso a opinião de Émile Durkheim, o fundador da Sociologia, para quem o estudo da História da Educação é o melhor e principal meio de formação dos futuros educadores. Porque na História não aparecem apenas as idéias gerais e as instituições que presidiam o ensino nas várias épocas, mas também as ações reais dos educadores, na prática e no dia-a-dia”.

“todas as outras disciplinas enfocam a Educação por ângulos especializados. Até mesmo a Filosofia, por mais universal que seja, tem de se deter ao nível das questões teóricas, como por exemplo a das finalidades da Educação. Somente a História abarca a Educação como um todo teórico-prático, enfocando os vínculos entre as idéias e as ações”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário