Pesquise neste Blog

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mito Cristão Manuscritos Mar Morto John Marco Allegro - Cristianismo história teologia Judeus ESSÊNIOS Qumram ateismo livre pensamento anarco



O Mito Cristão e os Manuscritos do Mar Morto

John Marco Allegro

editora: Europa-américa

ano: 1979

estante: História Geral

Livro em brochura original, escasso, não perca,raro. Em bom estado, sinais de uso, amarelado do tempo. saiba mais ...

Sinopse: John Marco Allegro aprofunda nessa obra os dados que o longo estudo já efetuado permitiu trazer à luz sobre os Manuscritos do Mar Morto. Através deles vem toda uma nova visão da história da Igreja primitiva, numa visão mais profunda da compreensão da gênese e do conteúdo das heresias, que nos surge a iluminar pontos obscuros e a proporcionar um novo entendimento das formas nas quais acabaram por fixar o mito cistão. Uma obra instigante e polêmica. 218 páginas.

ESTUDOS E DOCUMENTOS. Título original: THE DEAD SEA SCROLLS AND THE CRISTIAN MYTH
Tradutor: MARIA LUÍSA FERREIRA DA COSTA.

Assuntos abordados na obra: HISTÓRIA,ARQUEOLOGIA, PALEOGRAFIA: MANUSCRITOS DO MAR MORTO 1. DESCOBERTA DOS PERGAMINHOS EM 1947; OS TEXTOS BÍBLICOS 2. OS ESSÊNIOS, A BIBLIOTECA ESSÊNIA; AS DIFERENÇAS ENTRE 2. OS MANUSCRITOS E O NOVO TESTAMENTO; A RELAÇÃO ENTRE 3. OS MANUSCRITOS E A IGREJA PRIMITIVA 4. A COMUNIDADE DE QUMRAM

O MITO CRISTÃO E OS MANUSCRITOS DO MAR MORTO. JOHN MARCO ALLEGRO.



Um clássico dos estudos sobre Ateísmo, anti-clericalismo, crítica religiosa e livre pensamento...

Em 1970 o estudioso bíblico e especialista nos Manuscritos do Mar Morto, John Allegro, propôs a inexistência de Jesus Cristo.

A tese de Allegro associou a noção de um deus-homem a visões induzidas por narcóticos.

A planta alucinógena em questão era o Amanita Muscaria, o cogumelo fálico, provavelmente usado pelos primeiros cristãos e interpretado como nascido de uma virgem (i.e. sem sementes) e “Deus feito carne.”

Allegro foi submetido a fúria impiedosa e relegado ao ostracismo. Morreu em 1988.

John Allegro, 1970, O Cogumelo Sagrado e a Cruz. 1979, Os Manuscritos do Mar Morto e o Mito de Cristo. Jesus não foi mais que um cogumelo mágico e a sua vida, a interpretação alegórica de um estado alterado de consciência. Não foi preso, mas sofreu descrédito e teve sua carreira arruinada.

Allegro foi um dos acadêmicos originalmente escolhidos para traduzir os Pergaminhos do Mar Morto, escritos católicos antigos, descobertos em Qumran, próximo ao Mar Morto, na metade do século 20.

Diferentemente de seus colegas, Allegro não era comprometido com a Igreja Católica e, portanto, foi capaz de desenvolver suas próprias teorias e interpretações.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Toda postagem pode ser rastreada pelo site dos Correios.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br


Esta Página visa contribuir, com a localização de livros escassos, aos estudiosos das diversas ciências e áreas de estudo ou mesmo hobbies. Sobretudo as publicações já fora de comércio, antigas, esgotadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário