Pesquise neste Blog

sábado, 8 de janeiro de 2011

Xavier Marques Ensaio Historico sobre a Independencia Livraria Fancisco Alves 1924 Livro em bom estado de conservação, encadernado com capa dura.



Ensaio Histórico Sobre a Independencia

Xavier Marques

editora: Livraria Francisco Alves

ano: 1924

descrição: Livro em bom estado de conservação, encadernado com capa dura, tela editorial vermelha, soberba 1ª edição brasileira numerada, com 199 pg, .

Importante obra de consulta referencial para todos que pretendem entender um pouco da história em torno desse importante evento que foi nossa 'independencia'.

Xavier Marques joga com informações e conceitos que hoje nos parecem estranhos, porém não podemos esquecer que ele escreveu antes de todas as "revisões históricas" que abundaram nossa historiografia oficial do século xx, quer por iniciativa dos diversos governos, ideologias, ou partidos políticos que limparam e continuam limpando o nosso passado histórico....

Um preciosa obra para compreender como foi formada nossa mentalidade em torno de alguns temas de suma importância histórica, compreender e confrontar com a maneira que os antigos viam os mesmos eventos e que ...

A evolução brasileira para a independencia;
Os freios da revolução;
Um suposto fermento separatista;
O testemunho das revoluções brasileiras;
A quem devemos a integridade nacional;
A madureza da independencia;
Abolição do regimen colonial;
Os partidos da independencia;
Os partidos e seus orgãos na Bahia;
Os partidos fluminenses na independencia;
O partido da "Independencia Republicana"
Retificações Históricas;
etc...


----------

Xavier Marques

Francisco Xavier Ferreira Marques nasceu no dia 3 de dezembrro de 1861 e faleceu em Salvador, em 30 de outubro de 1942.

Foi jornalista, político, romacista, poeta e ensaista.

Foi eleito em 24 de julho de 1919 para a cadeira 28 da Academia Brasileira de Letras.
Como político foi deputado estadual, de 1915 a 1921; e deputado federal, de 1921 a 1924.

Entre as suas obras estão:
Uma família baiana, romance (1888);
Boto e companhia, romance (1897);
Jana e Joel, romance (1899);
Praieiros, edição conjunta das novelas Maria Rosa e O arpoador e mais A noiva do golfinho (1902);
O sargento Pedro, romance (1910);
Vida de Castro Alves, biografia (1911);
A arte de escrever, estilística (1913);
A boa madrasta, romance (1919);
O feiticeiro, romance (1922);
Ensaio histórico sobre a Independência (1924);
Letras acadêmicas, ensaios (1933);
Cultura da língua nacional, filologia (1933);
Terras mortas, novela (1936);
Evolução da crítica literária no Brasil e outros estudos (1944).

Nenhum comentário:

Postar um comentário